Agricultores de China, Índia e Brasil ganham com fim de cartel de potássio

Publicado em 31/07/2013 17:18
986 exibições

Agricultores da China, Índia e Brasil serão os grandes beneficiários do fim de um dos dois grandes cartéis globais da indústria de potássio, ingrediente de fertilizantes fundamentais para importantes países produtores de alimentos do mundo.

A saída da russa Uralkali da joint venture Belarus Potash Company (BPC), anunciada na terça-feira, abre caminho para os consumidores exigirem reduções de preços de potássio substanciais, na avaliação de representantes do setor.

China e Índia respondem por cerca de 30 por cento da demanda global de potássio, e tinham sido forçados a engolir os altos preços por uma década em um mercado dominado pela BPC, integrada pela Uralkali, e pela Canpotex, da América do Norte.

Leia a notícia na íntegra no site da Reuters.

Tags:
Fonte: Reuters

0 comentário