Agricultores pedem internet, segurança jurídica e preços justos

Publicado em 20/05/2014 11:43 271 exibições

Reivindicando acesso à internet na roça, segurança jurídica para a terra e melhor preço da produção, agricultores familiares de todos os cantos do Rio Grande do Sul reúnem-se, na manhã desta terça-feira, em frente à sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Porto Alegre, para o 20º Grito da Terra Brasil. O evento é organizado há duas décadas pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), ligada à Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS).

O movimento ocorre em 18 Estados. Nesta terça-feira, há uma negociação em Brasília e, no Rio Grande do Sul, pelo menos 4 mil agricultores devem sair em passeata até o Palácio Piratini ao meio-dia, para encontro com autoridades estaduais. Há duas semanas, foi entregue a pauta de reivindicações.

Veja a notícia na íntegra no site do Zero Hora 

Tags:
Fonte:
Zero Hora

0 comentário