Mercado de açúcar: MERCADO EM RITMO DE COPA DO MUNDO

Publicado em 21/06/2014 10:20 312 exibições
por Arnaldo Luiz Correa, da Archer Consulting

O mercado de açúcar em NY fechou a semana bastante valorizado. O vencimento julho/2014 encerrou o pregão de sexta-feira cotado a 17.92 centavos de dólar por libra-peso uma alta de 88 pontos na semana, representando pouco mais de 19 dólares por tonelada de valorização. Os demais meses de negociação também apresentaram boa valorização que variou entre 45 e 90 pontos, ou entre 10 e 20 dólares por tonelada na semana.

O número de safra de cana para o Centro-Sul começa a adquirir contornos mais realistas. Grande parte dos analistas convergindo para 575 milhões de toneladas, muito próximo ao número que a Archer trabalha desde abril, ou seja, 575.5 milhões de toneladas, com uma produção de açúcar de 32.8 milhões de toneladas e 24.7 bilhões de litros de etanol.

O total de moagem no Centro-Sul, divulgado pela UNICA, atingiu 117 milhões de toneladas na primeira quinzena de junho. Igual ao volume moído no mesmo período do ano passado. Nas últimas seis safras de cana no Centro-Sul, o volume moído acumulado na primeira quinzena de junho representou ao longo da safra que se estendia, em média 19% do volume total de cana no final. Por essa metodologia simples poderíamos dizer que a safra de cana no Centro-Sul esta temporada chegaria a 618 milhões de toneladas? Difícil acreditar. Mas se acharmos que o volume percentual repete o da safra anterior acumulada, chegamos nos 575 milhões.

As vendas de etanol nos dois primeiros meses desta safra, segundo levantamento da UNICA, alcançaram 3.59 bilhões de litros. Nas ultimas seis safras, o volume vendido nos dois primeiros meses representou, percentualmente, entre 14.9 e 17.0% do volume total do respectivo ano. Assim sendo, extrapolando para a safra corrente, chegaríamos num volume anual de 23.3 bilhões de litros para o mercado interno.

O straddle de 19.50 no vencimento março de 2015 está sendo negociado a 250 pontos. Isso quer dizer o seguinte: vender a put e a call do mesmo preço de exercício de 19.50 centavos de dólar por libra-peso no março/2015, dá para coletar 250 pontos. Se o mercado subir, você está vendido a 23 centavos de dólar por libra-peso, se o mercado cair, você está comprado a 17 centavos de dólar por libra-peso. Pode ser uma boa estratégia vender o straddle se você não acredita em grandes oscilações.

O custo de produção de açúcar apurado pelo modelo da Archer Consulting é de R$ 36,2723 por saca posto Usina. Os custos do anidro e hidratado são de R$ 1,1191 e R$ 1,0723 por litro respectivamente, igualmente posto na Usina.

Pelo fechamento de sexta-feira, a estimativa de resultado das usinas para a presente safra é um lucro de US$ 7.34 por tonelada de cana moída. Algo em torno de 9 bilhões de reais de margem. Compare esse valor com a dívida do setor de 57 bilhões de reais.

A volatilidade do mercado na média de 50 dias é de 22.17%. A média de 100 dias é de 29.12% e a de 200 dias 24.38%. Isso mostra que o mercado nos últimos dias tem sido de pouca oscilação (20.41% em 20 dias) refletindo até mesmo nas opções. Pode ser um bom momento para aqueles que pretendem construir uma posição especulativa para tirar proveito de eventuais valorizações do mercado seja pelo efeito clima ou por menor produção de cana. Está mais barato esse tipo de estratégia.

O mercado tem estado em ritmo de Copa do Mundo. Muita gente viajando de uma ponta a outra dentro do país, entusiasmadamente, após conseguir ingressos para assistir a jogos como Japão x Grécia, ou Honduras x Equador. Uma Copa de surpresas: a eliminação da favorita Espanha e a classificação da Costa Rica, despachando para casa duas seleções campeãs do Mundo. Terá chegado finalmente a vez da Holanda?

A Archer está promovendo o I Curso Avançado de Opções Agrícolas, atendendo a pedidos de vários segmentos do agronegócio. Serão dois dias de curso focados exclusivamente em opções sobre commodities agrícolas. O curso ocorre dias 29 e 30 de julho em São Paulo.

Bom final de semana para todos.

Arnaldo Luiz Corrêa

Tags:
Fonte:
Archer Consulting

0 comentário