Entidades e FPA defendem nova legislação para defensivos agrícolas

Publicado em 14/08/2014 09:58 323 exibições

Entidades representativas do setor produtivo rural, como a CNA, OCB, Aprosoja, Abrass, entre outras, inclusive o Ministério da Agricultura e o segmento industrial, estão discutindo agora na sede da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) uma nova legislação para os defensivos agrícolas. Avaliam modelos adotados em vários países. A lei vigente atravanca investimentos no setor.

Atualmente, 56% da demanda doméstica dos agroquímicos são atendidos por importações. Dados utilizados por analistas da cadeia produtiva  mostram que o Brasil representa 20%  do mercado global de defensivos e importa  cerca de US$  5,4 bi por ano.  A burocracia é o principal empecilho para registro de um produto, pois demora, em média, cinco anos, sendo avaliado por diferentes órgãos oficiais.

Tags:
Fonte:
FPA

0 comentário