Falta de informação trava crescimento da agricultura de precisão no Brasil

Publicado em 29/09/2014 08:07 364 exibições

Em 1929, um técnico agrícola do estado de Illinois, nos Estados Unidos, começou um trabalho de análise de solo, buscando controlar a acidez e aumentar a produtividade das terras da região. Quase 60 anos depois, em 1988, esse assunto voltou a ser debatido na cidade de Minneapolis, também nos EUA, surgindo então pela primeira vez o termo "agricultura de precisão". Hoje, quando se trata de produtividade e utilização de maquinários por todo o mundo, a técnica está intrínseca, com suas possibilidades de captura de informações no campo que podem levar os produtores a outros patamares de rentabilidade.

No País, esse mercado ainda não foi mensurado oficialmente, mas é nítido o potencial que ainda tem para ser explorado. O crescimento da adoção da técnica trava, muito pela desinformação dos produtores e até das próprias empresas do segmento que desconhecem como essas tecnologias podem ser aplicadas. Ontem, cerca de 200 produtores, estudantes e profissionais do agronegócio conheceram um pouco mais sobre as tendências do tema em palestra realizada no Centro de Treinamentos Milton Alcover, no Parque de Exposições Ney Braga, em Londrina.

Leia a notícia na íntegra no site da Folha de Londrina

Tags:
Fonte:
Folha de Londrina

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário