No ESTADÃO: Ao lançar plano tucano, Armínio Fraga alerta: "as políticas sociais estão ameaçadas”

Publicado em 04/10/2014 11:17 e atualizado em 04/10/2014 12:09 584 exibições
Ex-presidente do BC apresenta programa a dois dias da eleição e tenta afastar acusações de adversários de que Aécio fará arrocho, por LU AIKO OTTA,DÉBORA BERGAMASCO - O ESTADO DE S. PAULO 03 Outubro 2014

Apontado como símbolo da ortodoxia econômica e acusado por adversários de pregar um arrocho nas contas públicas, o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, já “nomeado” ministro da Fazenda se Aécio Neves for eleito, divulgou nesta sexta-feira, 3, o programa de governo do tucano para a área adotando discurso social. 

“Hoje, as políticas sociais estão ameaçadas”, afirmou o economista. “Numa economia que cresce, que não tem subsídio a quem não precisa, todos esses programas vão aumentar”, disse Armínio, que chegou a associar as propostas de Aécio às da candidata do PSOL ao Planalto, que se coloca à esquerda dos adversários. “A Luciana Genro vai entender que isso vai ao encontro do sonho dela de diminuir os ganhos dos rentistas”, disse o ex-presidente do BC. “Só o nosso método que é diferente do dela.” 

Veja integra no Estadão.com... clique aqui

Tags:
Fonte:
Estadão

1 comentário

  • Antonio Carlos Nogueira Fortaleza - CE

    O único candidato que tem uma equipe econômica conhecida e competente é o Aécio e com credibilidade junto a investidores nacionais e internacionais e que trarão recursos necessários nosso desenvolvimento na áreas de infraestrutura, energia.

    0