Agricultores do Oeste da Bahia iniciam nova safra com reforço na segurança da zona rural

Publicado em 16/10/2014 07:53 254 exibições

Com 2,25 milhões de hectares cultivados e mais de mil propriedades rurais, o Oeste da Bahia inicia uma nova safra com um importante reforço de segurança. A Polícia Militar da Bahia lançou, nesta terça-feira (14.10), em Luís Eduardo Magalhães, a “Operação Safra”. Esta ação levará policiamento ostensivo e preventivo à zona rural, evitando os transtornos ocorridos na safra passada, quando diversas propriedades foram invadidas para o roubo de defensivos, deixando um prejuízo que ultrapassou a casa dos R$ 15 milhões. A Operação deverá se estender até abril de 2015. Durante o período, os produtores vão dar inicio ao plantio da soja, milho, algodão, café e hortifrutigranjeiros.

Segundo o subcomandante geral da Polícia Militar, Cel. Carlos Eleutério, a “Operação Safra” seguirá os mesmos moldes de ações já existentes da polícia militar como a “ Operação Carnaval” e a “ Operação Verão”. Com um efetivo de 72 homens e o apoio de seis viaturas e um helicóptero, as patrulhas vão circular na zona rural e fazer um monitoramento das propriedades. Em caso de movimentação estranha próxima às fazendas, as centrais regionais poderão ser acionadas e a patrulha será enviada ao local. “Muito mais do que a perda econômica, cada assalto gera um abalo social muito grande e é isso que estamos aqui para prevenir”, afirmou o subcomandante.

A realização da “Operação Safra” no Oeste da Bahia faz parte das ações de articulação da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e Sindicatos dos Produtores Rurais de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, junto ao governo do estado, para melhoria da segurança na zona rural da região. “No último ano, fomos fortemente atacados e precisávamos fazer alguma coisa. Além do prejuízo material, existe a sensação de insegurança que afeta os produtores, funcionários e investidores na região. O início desta Operação vai trazer mais tranquilidade aos agricultores, pois precisamos ter paz para continuarmos produzindo alimentos, gerando empregos e renda em nossa região”, disse Júlio Cézar Busato, presidente da Aiba. 

A “Operação Safra 2014-15” terá início nesta quarta-feira (15.10), quando as patrulhas começarão a circular na zona rural dos 31 municípios que compõem o Oeste da Bahia. 

Cartilha – Dentro do conceito de união de esforços, a Aiba, a Abapa e a Polícia Militar elaboraram uma cartilha com medidas preventivas a serem adotadas para maior proteção na zona rural. 

Segundo a publicação, o primeiro passo é a delimitação do perímetro da sede da propriedade para controlar o acesso de pessoas, máquinas e implementos. É importante também a utilização de cães para anunciar e intimidar a aproximação de estranhos. Sobre o roubo de defensivos, a cartilha orienta que o produtor se certifique sobre a idoneidade das transportadoras contratadas e controle do número de pessoas que terão acesso aos depósitos e as informações sobre a quantidade e dia de chegada de produtos.

Devido a grande extensão das propriedades do Oeste da Bahia, a utilização de um sistema eficiente de comunicação entre produtores e polícia é fundamental. Além da telefonia fixa, móvel e do sistema de rádio, também entram na lista o aplicativo WhatsApp e o Skype.

A cartilha é gratuita e pode ser adquirida nas sedes da Aiba, Abapa ou no 10° Batalhão da PM, localizado em Barreiras. Ela também está disponível nos seguintes sites das instituições: www.aiba.org.br , www.abapaba.org.br . 
Esse conjunto de ações é fundamental para manter a segurança no campo.

Tags:
Fonte:
Aiba

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário