Para conter praga, agricultores de AL não poderão plantar durante 3 meses

Publicado em 01/12/2014 07:34 126 exibições

Para combater a praga Helicoverpa amigera, um grupo técnico formado pela Agência De Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Secretaria da Agricultura de Alagoas, Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (EMATER/AL) e Universidade Federal de Alagoas (Ufal) decidiu criar entre os meses de janeiro a março de 2015 o chamado vazio sanitário. Nesse período, os agricultores do estado estão proibidos de plantar feijão, milho, algodão, sorgo (milho-zaburro) e soja.

O surto da praga levou o governo federal a declarar estado de emergência fitossanitária no estado por um período de um ano, a contar da data da publicação no Diário Oficial da União, no dia 27 de março. O documento foi assinado pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller.

Confira a notícia na íntegra no site do Globo Rural

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário