No MT Abiove acena com recomposição do frete, mas paralisação continua

Publicado em 27/02/2015 20:42
222 exibições
Governador intervém e Abiove sinaliza por recomposição dos preços do frete. Presidente da Aprosoja, Ricardo Tomczyk, esteve reunido com Pedro Taques e pediu intervenção

A Associação Brasileira de Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) se comprometeu, por meio de documento oficial, a promover a recomposição dos preços dos fretes em Mato Grosso a partir desta sexta-feira (27). 

“Diante da gravidade da situação o governador prontamente se envolveu na negociação e conseguiu avançar tendo o compromisso, por escrito, da Abiove, de que haverá essa flexibilização do frete. Para nós, a distribuição do diesel é questão de vida ou morte. Já estamos cortando na própria carne, uma vez que essa flexibilização vai aumentar os preços dos fretes”, diz o presidente da Aprosoja Ricardo Tomczyk..

Com o anúncio da recomposição do preço, a expectativa é que a remuneração dos transportadores seja prontamente garantida. 

Em reunião com o Governador do MT Pedro Taques, o presidente da Aprosoja MT, Ricardo Tomczyk reforçou a necessidade de medidas urgentes para minimizar o impacto que as mobilizações dos caminhoneiros têm causado aos produtores rurais e demais setores. A reunião também contou com a participação do vice-governador, Carlos Fávaro.

“O Estado também se colocou como negociador e deve apresentar o documento da Abiove junto aos líderes dos movimentos, para que eles atendam nossas necessidades. A principal intenção, neste momento, é que o fornecimento básico de combustível para a colheita e matérias-primas para as rações sejam restabelecidos”, explica Tomczyk. 

Paralisação -

Até o momento, Mato Grosso está com seis pontos bloqueados pelos manifestantes. São eles: os quilômetros 121 da BR-163, em Rondonópolis (KM 203 da BR-364), 397, em Cuiabá (KM 306 da BR-364), 593, em Nova Mutum, 686, em Lucas do Rio Verde, 746, em Sorriso, e 839, em Sinop. 

A Capital teve liberação na manhã desta sexta-feira (27). Pela tarde, no entanto, o bloqueio foi retomado.

Tags:
Fonte: Ascom Aprosoja

Nenhum comentário