Alta do dólar encarece fertilizante e reduz vendas

Publicado em 30/04/2015 10:00 e atualizado em 30/04/2015 11:22
443 exibições

O aperto de crédito para o setor agrícola e as incertezas sobre as condições de negócios este ano estão atrasando as vendas de fertilizantes no Brasil, o que poderá gerar acúmulo de entregas e problemas logísticos no segundo semestre, disseram executivos do setor na Agrishow, a principal feira de negócios da agropecuária do Brasil, que segue até sexta-feira (01).

Entre janeiro e março, as entregas de fertilizantes aos produtores já recuaram 5% na comparação com o mesmo período de 2014, segundo dados da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). Para piorar, o fechamento de negócios está bem mais atrasado que as entregas propriamente ditas, na avaliação da Yara, maior empresa de fertilizantes do Brasil, com 25% do mercado.

“Quando a gente leva isso para a realização de negócios, a gente estima que esse número [defasagem] seja muito maior. O ‘gap’ em relação ao ano passado é muito maior”, disse o presidente da Yara no Brasil, Lair Hanzen. Ele destacou que não há estatísticas oficiais sobre os negócios fechados, mas a empresa estima que a carteira de pedidos do setor esteja menor.

Leia a notícia na íntegra no site da Gazeta do Povo

 

Tags:
Fonte: Gazeta do Povo

Nenhum comentário