Embrapa, Seagri e Emater se unem para fortalecer a agropecuária de Rondônia

Publicado em 12/08/2016 15:46 e atualizado em 12/08/2016 16:17
96 exibições

A busca por uma agropecuária sustentável no estado de Rondônia e a união de forças em prol do fortalecimento do setor, com base no tripé Pesquisa-Extensão-Assistência e na proposição de políticas públicas, foi o foco de uma reunião que integrou a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e a Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) nesta quinta-feira, 11. “Precisamos oferecer aos produtores oportunidades de aumentar a produção e torná-la sustentável. Mas para que isso de fato aconteça, é preciso, principalmente, que sejam adotadas tecnologias e elas já estão disponíveis. Assim, é possível produzir mais, com menor custo, em menor área e de maneira a preservar o ecossistema”, destaca o chefe-geral da Embrapa Rondônia Alaerto Marcolan.

Durante o encontro, dirigentes e representantes das três instituições apresentaram cenários e perspectivas para diversas áreas da agricultura e pecuária do estado, destacando-se a cafeicultura, a produção de leite, pastagem, grãos e fruticultura. Os pesquisadores da Embrapa apresentaram tecnologias e ações que estão sendo planejadas para potencializar a produção nestas áreas e soluções para alguns desafios da agropecuária do estado.

Também foram apresentados possíveis impactos que podem ser esperados em Rondônia com a adoção de tecnologias que já estão disponíveis e acessíveis aos produtores e que, se adotadas e utilizadas com o manejo adequado, podem gerar grandes resultados sócio-econômicos para o estado. “A extensão rural depende da disponibilização de tecnologias para multiplicá-las no campo e já temos tecnologias que são capazes de transformar nossa realidade. Então, precisamos alinhar nossas ações e propor políticas públicas efetivas para promover o desenvolvimento do setor. Saímos deste encontro mais fortalecidos e com o mesmo alinhamento”, afirma o presidente da Emater-RO Francisco Mendes de Sá.

Para o secretário da Seagri, Evandro Padovani, o avanço da tecnologia na agropecuária brasileira é grande e rápido e, principalmente o pequeno e o médio produtor tem dificuldade em acompanhar. Cabe, então, a união de esforços entre pesquisa, governo e extensão rural para promover o desenvolvimento do agronegócio como um todo para o estado de Rondônia. “É levar tecnologias de ponta para o campo, por meio de uma assistência técnica qualificada e presente. E o papel da Secretaria de Agricultura é atuar de maneira a oferecer condições de crédito e subsídios para que a tecnologia e o manejo possam ser adotados. Assim, todos ganham: o produtor rural, a sociedade e o estado de Rondônia como um todo”, ressalta Padovani, que destacou também a importância da Agência de Defesa Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron) integrar estas ações.

Tags:
Fonte Embrapa Rondônia

Nenhum comentário