Frente Parlamentar da Agropecuária manifesta apoio ao governo Temer

Publicado em 01/09/2016 15:36
254 exibições

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) encaminhou ofício ao presidente Michel Temer manifestando “apoio irrestrito às ações a serem implementadas pelo novo governo”.

Nota é assinada pelo presidente do colegiado, vice-líder do PSD e do governo Temer na Câmara, deputado federal Marcos Montes, e foi aprovada durante reunião semanal do bloco parlamentar.

Abrigo de cerca de 250 parlamentares, entre deputados federais e senadores das mais variadas legendas e ideologias políticas, a FPA promete apoio às ações do novo governo, “ainda que algumas delas sejam consideradas impopulares, mas que sejam importantes para recuperar a economia brasileira”. 
A Frente Parlamentar da Agropecuária apoiou e defendeu o impeachment da ex-presidente da República, Dilma Rousseff (PT), e a posse do então vice, agora presidente Michel Temer (PMDB).

O próprio Marcos Montes integrou a comissão especial do impeachment na Câmara dos Deputados, quando trabalhou pela aprovou do relatório que encaminhou o pedido para o Senado, onde o impeachment foi concluído dia 31/08. 
Apesar de sua importância no Congresso Nacional e na economia brasileira de um modo geral, só dia 12/07/2016 a FPA foi visitada pela primeira vez em 14 anos de existência por um presidente da República em sua sede, em Brasília (conforme registrado pelo fotógrafo Beto Barata/Presidência da República).
Dia 28/08 Temer voltou a ficar frente a frente com os representantes da FPA, agora, no Palácio do Planalto, oportunidade em que os parlamentares reforçaram os pedidos da lista entregue em julho, e reivindicaram que o governo desistisse da proposta de reativar o Ministério do Desenvolvimento Agrário – pasta que foi transformada em Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário.

Dia 30/08, a Câmara aprovou a reforma administrativa do governo Temer, sem a reativação do extinto MDA.
"Em vez de reativar o antigo ministério, pedimos que o governo fortaleça, cada vez mais, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento” – explica Marcos Montes, lembrando, inclusive, que o ministro Blairo Maggi tem feito um trabalho importante no comando do MAPA.

Tags:
Fonte FPA

4 comentários

  • Guilherme Pádua Rodrigues Unaí - MG

    #FORATEMER! Você e sua corja representa a VELHARIA da política brasileira, nós produtores não queremos vocês!!!

    24
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Guilherme, o SEU desejo é a saída de Temer. QUEM OCUPARIA O SEU LUGAR ???

      1
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Juizes no Brasil são pessoas que através da proximidade com o legislativo conseguiram altos salários, os mais altos do país, e se isolaram da sociedade. Um juiz paira, digamos assim, acima dos mortais. Eles cultivaram uma aura de terror em relação à sociedade, são temidos devido à uma autoridade muito mais imaginária que real e que todos acreditam ser muito mais que real. Vejam o caso do Lewandowiski, ele decide contra a Constituição e pronto, fim de papo. Ninguém pode falar nada, aliás o legislativo poderia falar, mas agiu junto com o judiciário. Todos os poderes estão podres, e a promiscuidade entre legislativo, legislativo e judiciário é tanta que alguns politicos, na impossibilidade de conseguirem absolvição no devido processo, tem o processo extinto para não serem condenados. E ainda no Brasil, a nulidade anda por aí de narizinho empinado, bancando o bom. E o que é pior, a sociedade aceita, a classe aceita, e essas nulidades continuam aí "trabalhando". Ainda bem que já temos uns poucos, e são mais que suficientes, para combater esses que se acham os salvadores do mundo.

    1
    • DOMÊNICO ANTONIO PERTILEHORIZONTINA - RS

      Parabéns pelo teu comentário Rodrigo...nosso país teria q extinguir essas classes.

      0
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      A ESSÊNCIA DO SOCIALISMO NÃO É A IGUALDADE, MAS O CONTROLE. A ESSÊNCIA DO BANDITISMO NÃO É O CRIME, MAS A MENTIRA. Quanto a primeira essência, o gesto do ministro Ricardo Lewandowski em fatiar o Artigo 52 da Constituição Federal: "...Parágrafo único. Nos casos previstos nos incisos I e II, funcionará como Presidente o do Supremo Tribunal Federal, limitando-se a condenação, que somente será proferida por dois terços dos votos do Senado Federal, à perda do cargo, COM inabilitação, por oito anos, para o exercício de função pública, sem prejuízo das demais sanções judiciais cabíveis". Quando essas "duas essências" se juntam, assistimos com cara de espanto um Renan Calheiros dizer ao microfone, na condição de presidente do senado: "A democracia se corrige, ela não quer ser infalível. Afastar a presidente da República é constitucional, mas não é da Constituição inabilitar a presidente da República como consequência do seu afastamento, não. Essa decisão terá que ser tomada aqui pelo plenário do Senado Federal. E no Nordeste costumam dizer uma coisa com a qual eu não concordo: 'Além da queda, coice'. Nós não podemos deixar de julgar, mas nós não podemos ser maus, desumanos: o meu voto é contrário à inabilitação." O impeachment e a inabilitação são INDISSOCIÁVEIS.

      4
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Perfeito Sr. Rensi, foi isso mesmo que aquele monte de merda, Renan Calheiros disse ao lado do ministro do STF, não menos merda que ele, Ricardo Lewandowski. E esse regime é o que chamam democracia no Brasil. Uma constituição que só vale para pobre, para politico, rico, poderoso, vale o que os bandidos decidirem.

      1
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      No texto, coloquei em evidência (CAIXA ALTA) a palavra "COM", veja... limitando-se a condenação, que somente será proferida por dois terços dos votos do Senado Federal, à perda do cargo, COM inabilitação, por oito anos, para o exercício de função pública,... Não há dúvida: A CONDENAÇÃO É A PERDA DO MANDATO "COM" A INABILITAÇÃO... Será que tem que "desenhar"???

      2
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Rodrigo....todo o judiciario em todas as esferas é uma extensão do resto do país...vejamos...quem passa nos concursos...os mais CDFs e na maioria das vezes os menos preparados..com ideologia e não seguindo as leis...lei é a cabeça das pessoas...ainda mais com cargo vitalicio...aposentadoria farta...sem SER AVALIADO...não presta contas a ninguém...quando fazem besteira o corporativismo encobre..oculta...estas categorias deviam ter contrato com validade e de 4 em 4 anos..e quando formos eleger prefeitos validariamos ou não os juizes e promotores de todas a atividades através do voto..ou seja fez besteira ...tchau em benção...assim seriam avaliados pelo população e seguiriam as leis e não ideologia e interesses...

      0
    • WELLINGTON ALMEIDA RODRIGUESSUCUPIRA - TO

      Os promotores acham que é Deus, os juízes tem certeza que são , tratam a sociedade como vocês mesmos relataram, concordo plenamente com os senhores, Rodrigo, Rensi,Dalzir, em primeiro lugar, no dia seguinte qual foi a primeira coisa que os vagabundos dos deputados queriam aprovar, " o aumento do judiciário", simplesmente isso, se fosse presidente mas não sou , juiz iria ganhar uma merreca igualmente ao juízes do de outros países, andar de bicicleta, sem auxílio moradia, nada, nada , nada, oh classinha sem futuro, vi uma reportagem dias atrás, um coitado foi pescar em uma represa no estado de São Paulo, na época da piracema, foi preso com uns peixinhos para seu consumo e de seus filhos, pegou 5 anos de reclusão, que nem disse mesmo o senhor Rensi, QUE PAIS E ESSE?

      0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Dalzir, o funcionalismo público garantido pelos "direitos adquiridos" não é uma extensão da sociedade, é uma casta isolada e que tem a pretensão de determinar os rumos do país. Uma pessoa tem que ser muito burra para imaginar que as grandes empresas, agropecuárias ou não, que são mantidas e financiadas por dinheiro público são construidas com interesses de desenvolvimento nacional, é uma grande mentira, são construidas para destruir a concorrência e garantir que todos, a sociedade propriamente dita, não tenha como escapar dos códigos de barra, das notas fiscais eletrônicas, que irão garantir os 40% de comissão que irão sustentar a casta. Quanto à lei ser o que pensa a cabeça de juiz, isso é um dos muitos terrores que espalharam entre a pobreza, em que eles exercem mesmo o que pensam, mas que felizmente não é verdade, um juiz queira ou não é obrigado a cumprir a lei e qualquer cidadão pode obriga-lo, de um jeito ou de outro. Um pouco de dinheiro, um bom advogado, um pouco de cultura e os grandes juizes viram putas, e por falar em putas, dizem por aí que um dos critérios de avaliação de candidatas ao cargo é a cama.

      1
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Sr. Wellingon, os funcionários públicos, do judiciário especialmente, construiram através de leis, um país só para eles. O paraiso comunista na terra começou com o funcionalismo público, o público é um lugar onde ninguém trabalha e recebe muito, essa é a cenoura jogada aos burros, essa é a ilusão vendida aos trouxas, de que um dia todos os brasileiros gozarão dos mesmos beneficios, sem patrão, sem problemas financeiros, trabalhando quanto e quando quiserem, assim como eles. Só não contam que o combustivel que mantem funcionando a máquina é o sangue de milhões de brasileiros que na realidade serão sacrificados em prol desse ideal maior de uma sociedade mais justa, mais fraterna, sem preconceitos e outras dezenas de adjetivos utilizados em discursos. É só ler o livro chamado a revolução dos bichos, está tudo lá e o livro é tão bom que descreve até como porcos podem adquirir feições e gestos humanos, e de como seres humanos podem conviver com porcos tornando-se também eles parecidos com os suinos. Dá para constatar isso na prática, é só olhar para a cara de alguns politicos de alto coturno.

      1
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Obrigado Sr. Domênico, precisamos sim, urgentemente, tirar esses mentirosos publicitários dos cargos de autoridade e comando.

      0
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Rodrigo, vivemos num planeta onde os recursos são finitos. Essa realidade derruba o princípio do socialismo em distribuir equitativamente os recursos para a população, seja em base monetária ou bens e serviços. Ocorre que o comunismo da ala bolchevista, cuja doutrina é erradicar a propriedade particular na sociedade e criar uma economia coletivista. Assim toda propriedade material pertence ao Estado, todo sistema produtivo econômico e político e, portanto toda riqueza nacional está em suas mãos. Esse sistema mostrou-se inviável, daí surgem outros "tons de cinza", onde o Estado através de seus burocratas "comunistas cinzentos" criam regras presenteando "cidadãos" com direitos legislados com o objetivo de levar a economia ao caos. Quando atingido esse objetivo, "os cinzentos" tiram de suas mentes corruptas que o culpado pelo caos é o capitalismo, daí a necessidade de se governar com doutrinas progressistas para alcançar o paraíso. Dentro desse vórtice o país tem girado inocentemente durante décadas e, enquanto a população não conquistar o conhecimento, através da educação, seremos tragados por esse "circulo vicioso" !!!

      0
  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    Muita atenção a esse parte, demonstrando as intenções do PT e seu projeto de poder, que era se perpetuar no mesmo como em outras ditaduras:
    "Apesar de sua importância no Congresso Nacional e na economia brasileira de um modo geral, só dia 12/07/2016 a FPA foi visitada pela primeira vez em 14 anos de existência por um presidente da República em sua sede, em Brasília (conforme registrado pelo fotógrafo Beto Barata/Presidência da República)."

    0
    • FABIANO DALL ASTACANARANA - MT

      Boa tarde canalli. Sou produtor em Canarana , no MT. Estou em Roraima a 6 dias. Certeza ninguem tem das coisas , mas ja andei muito aqui e posso te afirmar que esse lugar tem futuro. Obviamente talvez demore 5 ou 10 anos , mas tem terra de todos os gostos , plana , plana com areia , algumas com muita argila e quase planas. Nessas regioes de fronteiras acontecem sempre os mesmos erros. Gasta se todo os recursos em aquisiçao de terras , e pelas dificuldades iniciais normais de produzir e se ter lucro , levam muitos a terem problemas. Resumindo , venha conhecer.

      2
    • GUILHERME FREDERICO LAMBASSIS - SP

      Bem colocado Fabiano, antes de compra a terra é preciso avaliar quanto capital é necessário para torna-la produtiva e operacional

      0
    • ROGERIO MENDES LOPESMORRINHOS - GO

      Se em Goiás tá difícil,imagine em Roraima!!!

      0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Guilherme, é quase uma redundância, "apesar da importância, não tinha importância nenhuma". Isso por que quase toda a bancada estava cooptada, os próprios integrantes estavam comprometidos com o PT, e até no senado nosso ministro também tinha comprometimento e apoiava o projeto petista.

      0
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Oh Marcos Montes, deixa de enrolação, qual o importante trabalho feito pelo Blairo Maggi até agora? Nenhum, à exceção da pedição de dinheiro público, que isso ele sabe fazer..., disse um sábio da Biblia que a sanguessuga tem duas irmãs, dá-me, dá-me. E só.

    1