Na Folha: Brasil importa mais adubo, mas gasta menos com a compra

Publicado em 09/09/2016 07:21 e atualizado em 09/09/2016 08:07
335 exibições

O Brasil importou mais adubo e gastou menos neste ano. O volume de importações somou 14,9 milhões de toneladas, 25% mais do que em igual período do ano passado.

Se comparado a igual período de 2014 –no ano passado, foi de demanda menor–, o volume deste ano apresenta queda de 4%.

O custo das importações nos oito primeiros meses atingiu US$ 3,9 bilhões, o menor em sete anos, segundo dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior).

Os gastos menores das empresas do setor ocorrem devido à queda internacional dos preços dos fertilizantes, segundo Carlos Eduardo Florence, diretor­ executivo da AMA­ Brasil (Associação dos Misturadores de Adubos).

As importações aceleradas seguem o ritmo intenso das entregas de adubos para os produtores. De janeiro a agosto, houve uma alta de 12% em relação a igual período do ano passado.

Se persistir essa demanda, as entregas de fertilizantes deste ano poderão atingir o volume recorde de 2014, quando as indústrias forneceram 32 milhões de toneladas de adubos para os produtores.

Leia a notícia na íntegra no site Folha de S.Paulo.

Tags:
Fonte: Folha de S.Paulo

Nenhum comentário