Gazeta do Povo: Cooperativas do Paraná resistem firme a ano de crise

Publicado em 14/12/2016 14:24
272 exibições
Por Giovanni Ferreira

Na sexta-feira (9) as cooperativas anunciaram uma prévia do faturamento do sistema no Paraná em 2016. Pelo menos por enquanto – o ano ainda não terminou –, a receita tem potencial para atingir R$ 70 bilhões. Para você não ficar em dúvida: é isso mesmo. Eu não escrevi errado e, portanto, você não está lendo errado. São R$ 70 bilhões. Em plena crise política e econômica, em mais um ano de recessão, período em que o Produto Interno Bruto (PIB) será negativo em pelo menos 3,5%, o cooperativismo segue na contramão.

Na verdade, nada contra a maré. Porque apesar de positivo, com uma receita bruta 17% acima do ano anterior, o setor também sobre os efeitos colaterais das barbáries políticas protagonizadas em Brasília.

O sistema não está imune. Em um ambiente econômico mais favorável o desempenho seria ainda melhor. E mais sustentável. O resultado líquido, estimado em R$ 2,3 bilhões, é R$ 300 milhões menor em relação ao exercício anterior. Ou seja, os custos aumentaram. O custo Brasil aumentou. É o setor produtivo pagando um alto preço por uma crise que, infelizmente, não é de conjuntura. Ela é mais profunda e estrutural. É política, é econômica, é cultural. É de falta de comando e liderança. É de falta de vergonha na cara. Um ambiente moralmente insalubre, onde nem mesmo o Judiciário passa ileso. Quem dirá, então, o Executivo e o Legislativo. É o jogo de interesses do poder. Ou melhor, dos três poderes.

Leia a notícia na íntegra no site da Gazeta do Povo.

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

0 comentário