Sem seca, valor de produção da agropecuária sobe

Publicado em 13/01/2017 06:21
104 exibições
Por Mauro Zafalon, coluna Vaivém das Commodities

O Valor Bruto da Produção de 26 das principais commodities brasileiras deverá atingir R$ 545 bilhões neste ano, 3% mais do que em 2016.

No ano passado, o VBP foi de R$ 528 bilhões, com queda de 2%, em relação a 2015. Os dados são do Ministério da Agricultura, que aponta um valor de produção de R$ 344 bilhões para o setor de lavouras e de R$ 184 bilhões para o de pecuária. Ambos tiveram quedas: 1% e 3%, respectivamente.

José Garcia Gasques, coordenador dessa pesquisa, indica que as principais recuperações de renda neste ano virão de algodão, arroz e feijão. A soja, líder nacional em valor de produção, também apresenta evolução, mas em ritmo menor: 3%.

O feijão, após a forte queda de produção na safra passada, terá um aumento de 57% na renda deste ano. Os produtores da leguminosa vão obter R$ 17,5 bilhões no período.

O mesmo ocorre com milho, cuja safra foi afetada por problemas climáticos em 2016, obrigando o país até a aumentar as importações. O cereal deverá render R$ 53 bilhões neste ano, 28% mais do que em 2016.

A soja reina sozinha, apontam os dados de Gasques. A produção recorde deste ano deverá elevar as receitas dos produtores para R$ 120 bilhões.

Leia a notícia na íntegra no site Folha de S.Paulo.

Fonte: Folha de S.Paulo

0 comentário