Showtec 2017: Lideranças reforçam importância da tecnologia para o desempenho do agro

Publicado em 18/01/2017 16:08
146 exibições

Pesquisa científica, empreendedorismo rural e adesão a novas tecnologias. Estes foram os principais pontos destacados por lideranças políticas e rurais durante a abertura da Showtec 2017, realizada hoje em Maracaju, com a participação de mais de 300 pessoas. O evento, que acontece até o dia 20 de janeiro e é promovido pela Fundação MS, apresenta informações e ferramentas inovadoras de sistemas produtivos, sendo considerada uma das principais feiras do setor no Brasil.

Para o presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, o Showtec é a grande representação da tecnologia que existe hoje no Estado e no País. “A agropecuária é responsável pelos bons números que ainda existem em nossa economia. Este resultado só é possível devido ao trabalho desenvolvido pela comunidade científica”, acrescentou.

Saito salientou que 2017 será um período de comemorações em relação ao desenvolvimento do setor e do Estado. “Neste ano comemoramos os 40 anos da divisão do Estado e da fundação da Famasul. Neste período passamos por uma transformação que dobra a capacidade de produção pecuária, tendo hoje 137% a mais de produção do que há 40 anos. No caso da agricultura, nós tivemos um incremento superior a 450%. A tecnologia disponibilizada tem tido eficiência”.

O presidente da Fundação MS, Luís Alberto Moraes Novaes, falou sobre a programação do evento, que está em sua 21ª edição, da importância de parcerias e do trabalho desenvolvido pela instituição. “Temos mais de 80 assistências técnicas conveniadas à Fundação MS”, citou Mandi, como é conhecido, falando que o tema do Showtec é abordar a qualidade do solo para altas produtividades. ‘Só assim podemos ter competividade”.

Em clima de despedida, Mandi falou sobre o objetivo principal da Fundação MS. “Um dos nossos pilares é a pesquisa finalística. Estamos focados em atender as demandas do produtor rural. Se não fossem as tecnologias, o que seria da nossa agricultura?’. Em março deste ano, haverá novas eleições para a diretoria da entidade.

Para o Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, o evento consolida a imagem empreendedora e sustentável do setor produtivo. “O Agro se tecnificou, se organizou e trouxe a pesquisa e tecnologia. O crescimento é muito maior na difusão e na tecnologia plantada, do que necessariamente na área”, afirmou Azambuja, acrescentando também: “O produtor tem na terra o seu sustento”.

Em seguida, o presidente da Aprosoja/MS – Associação dos Produtores de Soja, Christiano Bortolotto, acrescentou: “O trabalho da Fundação é realizado nos 365 dias do ano, com pesquisa e muito trabalho, se consolidando no Showtec.  A agricultura de MS ocupa apenas 10% de participação, respondendo por 46% do VBP. A produção de soja deve atingir 7,8 milhões de toneladas, um novo recorde”, afirmou Bortolotto que aproveitou para fazer um convite: “Nos dias 25 e 26 de janeiro, realizaremos a abertura nacional da colheita de soja, em Ponta Porã”.

O evento contou ainda com a participação da deputada federal Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias e do senador Waldemir Moka. Para a deputada, o encontro oportuniza a troca de informações entre os parlamentares e os produtores. “Presido hoje a Comissão dos Defensivos Agrícolas. Pagamos 35% a mais no custo de produção em relação a outros países concorrentes”.

Moka aproveitou para falar da importância do agro na economia nacional. “Nós [o agronegócio] deixamos 2016 com um superávit recorde de 156 bilhões de reais, ou seja, do que nós exportamos e importamos. Com isso, pagamos a conta de todos os outros segmentos deficitários”. Do mesmo modo, o prefeito de Maracaju, Maurilio Azambuja, falou: “O  que vemos aqui é crescimento, desenvolvimento e melhoria em um espaço de conhecimento e tecnologia”.

O presidente da OCB/MS – Organização das Cooperativas do Brasil, Celso Régis, falou diretamente ao produtor: “Aproveite o evento. Este é o momento de encantarmos a todo com o trabalho que é feito pelo produtor”.

Além das lideranças citadas, participaram da abertura do evento: o diretor executivo do Sistema Famasul, Lucas Galvan; o superintendente do Senar/MS, Rogério Beretta e o diretor-presidente da Agraer/MS, Enelvo Fellini.

Também estiveram presentes os presidentes dos sindicatos rurais: Juliano Schmaedecke, de Maracaju; Ligia Franciscon Ricardo, de Anaurilândia; Ruy Fachini, de Campo Grande; Hemerson Israel dos Santos, de Nova Andradina; Claudio Antonio Straliotto, de Nioaque; João Firmino Neto, de Laguna Carapã; Edy Elaine Biondo Tarrafel, de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul; Lúcio Damália, de Dourados; Telma Menezes de Araujo, de Nova Alvorada do Sul; José Eduardo Meireles Grubert, de Jardim, Moacir Reis, de Água Clara, também presidente da Reflore/MS e Jean Pierre Paes Martins, representando o Sindicato Rural de Ponta Porã

Sobre o Showtec

Destinado aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, o Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do agronegócio brasileiro.

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras), Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) e Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). O Showtec conta com o apoio do Sindicato Rural de Maracaju, Prefeitura Municipal de Maracaju, Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul), Embrapa Gado de Corte, Embrapa Agropecuária Oeste, Embrapa Solos, Embrapa Pantanal, Monsanto, Agrisus, Agron, Banco do Brasil, Caixa, Sicredi, Fundect (Fundação de Apoio do Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul) e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

Tags:
Fonte: Famasul

0 comentário