Mapa vai adotar medidas para enfrentar crise no oeste de Mato Grosso

Publicado em 01/02/2017 07:38
301 exibições

Depois de mais de duas horas ouvindo prefeitos de 14 municípios da região oeste de Mato Grosso, o ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, decidiu atuar em duas frentes para resolver problemas enfrentados por produtores locais. Em um primeiro momento, ele pediu um documento com informações sobre a produção, os motivos do fechamento de dois frigoríficos, o desemprego e as sugestões para reabrir os estabelecimentos por meio de cooperativas.

Em outra frente, o Ministério da Agricultura vai implantar na região o programa Agro+ Produtor Rural. O programa vai oferecer assistência técnica, extensão rural e apoio para a formação de novas cooperativas, especialmente na produção de leite e na piscicultura. A iniciativa deve beneficiar, inicialmente, cerca de 400 produtores. 

Os prefeitos revelaram que o fechamento de dois frigoríficos acabou com mais de mil empregos diretos. Além disso, denunciaram a existência de carteis que prejudicam os pequenos produtores e o aumento da violência em áreas próximas da fronteira da Bolívia.  Segundo eles, com a falta de emprego, muitos jovens têm sido atraídos pelo tráfico de drogas.

Novacki disse que as medidas para enfrentar esse quadro deverão ser tomadas o mais rápido possível e marcou novo encontro para 14 de fevereiro, no ministério, em Brasília. Na ocasião, o ministro interino terá dados mais detalhados e avaliará todas as sugestões que serão apresentadas pelos prefeitos para enfrentar a crise. O deputado federal Ezequiel Fonseca ficou responsável por receber as informações dos prefeitos sobre a situação na região oeste de MT.

Fonte: Mapa

Nenhum comentário