Crescimento é o recado do agro para o novo presidente

Publicado em 12/10/2018 11:16
191 exibições

A poucos dias do segundo turno das eleições presidenciais, a  produção estimada para o primeiro levantamento da safra 2018/19 indica um volume entre 233,6 e 238,5 milhões de toneladas, com uma variação entre 2,5 e 4,7% a mais do que a safra passada. Isso significa que a produção nacional poderá aumentar entre 5,6 e 10,6 milhões de toneladas. Os números estão no 1º levantamento da safra de grãos deste período, divulgado nesta quinta-feira (11), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Isto significa que no agro, seja qual for o presidente eleito no próximo dia 28 de outubro, os produtores rurais vão manter a trajetória do crescimento.

Nas principais culturas do país, a soja pode alcançar uma produção entre 117 e 119,4 milhões de t, enquanto o milho total pode chegar até 91,1 milhões de t. Estima-se que a primeira safra de milho pode ser maior em relação à passada, alcançando entre 26 e 27,3 milhões de t, enquanto a segunda seria de até 63,7 milhões de t.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural

Tags:
Fonte: Globo Rural

Nenhum comentário