Brasil: Áreas dedicas à preservação nos imóveis rurais e CAR

Publicado em 20/03/2019 10:34 e atualizado em 20/03/2019 12:03
204 exibições

LOGO nalogo

Durante o VI Fórum de Agricultura da América do Sul, que foi realizado em agosto do ano passado, o Chefe-Geral da Embrapa Territorial, Evaristo de Miranda, ressaltou que aproximadamente 4.845 milhões de produtores rurais fizeram o Cadastro Ambiental Rural (CAR). Atualmente, os documentos ficam no Ministério do Meio Ambiente e também na Embrapa.

“Nós processamos os dados até ver toda a área preservada pelos os agricultores no Estado de São Paulo que é de quatro milhões de hectares e que representa 22% dos imóveis rurais, quando no estado deveria ter 10%, pois muitas áreas foram desmatadas no século 19”, destaca Evaristo de Miranda.

No Brasil ás áreas dedicadas à preservação nos imóveis rurais representam 25,6% de todo o território do País, em torno de 218 milhões de hectares. “O agricultor brasileiro é o único no mundo que cultiva metade da propriedade. Nós contabilizamos o valor patrimonial que o produtor está imobilizando em prol do meio ambiente e esse total deu 3,1 trilhões de reais”, afirma.

Com relação aos custos de manutenção, Evaristo salienta que os agricultores desembolsam 20 bilhões de reais. “Quando junta a área protegida com a área preservada da metade do Brasil, por volta de 423.439.733 de hectares e isso equivale a vinte países da Europa. Então, nós estamos protegendo e preservando uma área do tamanho da União Europeia”, comenta.

A agricultura ocupa apenas 30,2% das terras no Brasil, tendo em vista que 66,3% é destinada a vegetação protegida e preservada. “Desse total ocupado pela a agricultura as lavouras e pastagens nativas representam apenas 7,8%. Podemos afirmar que não tem outra categoria profissional que dedique mais recursos e tempo a preservação do meio ambiente do que os produtores rurais”, diz.

Tags:
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário