Tereza Cristina participou da assinatura de contratos que vai beneficiar 41 municípios

Publicado em 05/04/2019 09:41
77 exibições
Evento foi realizado, em Campo Grande, na Associação dos municípios do estado

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e o ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional) lançaram nesta quinta-feira (4), em Campo Grande, contratos do Programa Avançar Cidades que deverão beneficiar em breve um total de 41 municípios do Mato Grosso do Sul, sobretudo com pavimentação urbana. 

“Vocês estão vendo uma ministra da Agricultura falando de Cidades porque esse projeto começou há um ano e meio, quando eu, deputada, no mandato passado, querendo ajudar os prefeitos - e tive dificuldade porque as emendas parlamentares são muito pequenas –, achei que esse programa ajudaria”, lembrou a ministra. “Estou até emocionada agora”, contou. 

Segundo a ministra, “o ministro Canuto é grande conhecedor deste assunto e sabe da dificuldade dos prefeitos, da dificuldade que eles têm de fazer asfalto, a cobrança que hoje eles recebem da sociedade, que às vezes não entende que o orçamento é curto”. Tereza Cristina destacou que não há no governo uma ministra poderosa, mas um time de ministros poderosos, que trocam ideias toda a semana. “Trabalhamos em equipe realmente. Essa é uma grande mudança feita pelo presidente Bolsonaro.”

A ministra agradeceu ainda à Caixa Econômica Federal (CEF) pelo financiamento de contratos do Avançar Cidades. Três municípios do Mato Grosso do Sul saíram na frente: Ponta Porã, Sonora e Paraíso das Águas, que assinaram ontem contratos no valor de R$ 5 milhões. Outros 38 estão na lista de beneficiários. A ministra agradeceu também a presença de senadores, deputados federais e estaduais, além de prefeitos e demais autoridades que prestigiaram o evento no auditório da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) 

O Programa Avançar Cidades, hoje comandado por Canuto, no Ministério do Desenvolvimento Regional, é uma inciativa do governo federal para impulsionar projetos de infraestrutura e mobilidade urbana. Com recursos do FGTS, os municípios financiam projetos com valor mínimo de R$ 5 milhões e máximo de R$ 200 milhões.

Reforma da Previdência

Em sua fala, no evento, a ministra aproveitou para fazer uma defesa veemente da reforma da Previdência e do projeto apresentado ao Congresso pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo Tereza Cristina, a atração de investimentos estrangeiros e o retorno da prosperidade ao país dependem da aprovação da reforma. “Ou nós aprovamos a reforma da Previdência ou não teremos mais recursos do Orçamento da União”.

Tags:
Fonte: Mapa

Nenhum comentário