Ministério esclarece que não houve corte de verbas do Pronaf

Publicado em 07/05/2019 11:31
701 exibições

As operações de investimento, no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), no período de julho de 2018 a abril de 2019, cresceram 42,95% no número de contratos e 30,75% no valor contratado, quando comparadas com igual período da safra anterior. 

O destaque foi para o Pronaf Mais Alimentos, que obteve crescimento de 13,69% no número de contratos e de 22,94% no valor contratado, e para o Pronaf Microcrédito, cujo crescimento foi de 68,78 % no número de contratos e de 81,82 % no valor contratado.

O crescimento bem acima das expectativas fez com que todos os recursos equalizados para o Pronaf, com os quais o governo se comprometeu no Plano Safra 2018/19 fossem aplicados antes do término do Ano Agrícola 2018/2019, que será encerrado no dia 30 de junho próximo. Não houve corte nem contingenciamento de recursos por parte do governo.

O mesmo ocorreu com todos os programas de investimento, não apenas com o Pronaf: os recursos se exauriram antes do final do Ano Agrícola. Para o ministério, isso significa que as condições de financiamento foram bastante satisfatórias e que o setor rural está se sentindo motivado para fazer investimentos de longo prazo.

A Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está trabalhando juntamente com o Ministério da Economia e o Banco Central na elaboração do novo Plano Agrícola e Pecuário 2019/2020, que disponibilizará novos recursos a partir de 1º de julho de 2019. A ministra Tereza Cristina já informou que os valores e as taxas de juros a serem praticadas no próximo Plano Safra serão divulgadas no dia 12 de junho.

Tags:
Fonte: Mapa

0 comentário