Agrotins 2019 apresenta soluções voltadas para o agronegócio de atitude sustentável

Publicado em 09/05/2019 12:30
219 exibições

A 19ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2019) apresenta aos visitantes soluções com foco no agronegócio de atitude sustentável, mantendo o desenvolvimento e o crescimento da produção baseados no respeito ao meio ambiente.

“Com essa temática, a Agrotins 2019 vem trazendo ações inovadoras que visam uma agropecuária mais sustentável do ponto de vista econômico, ambiental e técnico. Essas medidas vão minimizar os impactos ambientais causados pelo desenvolvimento das mais diversas cadeias produtivas e que garantam a qualidade de vida da nossa geração e das gerações futuras”, destacou o titular da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, César Halum.

Casa Ecológica

Um dos destaques que mais tem chamado a atenção de quem visita a Agrotins é a Casa Ecológica, na qual toda estrutura da residência, inclusive o telhado, é feita com madeira reflorestada, como eucalipto e/ou pinus, que são as espécies mais cultivadas no Tocantins.

A energia que alimenta a construção é gerada por painéis solares e os dejetos humanos, captados por meio de uma fossa séptica são tratados e devolvidos à natureza com 98% de purificação, podendo ser utilizados no cultivo de pequenas culturas, como hortaliças.

A propriedade pode produzir energia renovável de baixo custo, por meio de um biodigestor, com o uso de dejetos animais ou restos orgânicos, O biodigestor gera gás metano, que pode ser usado na cozinha ou no acionamento de motores a combustão.

Curral Ecológico

Uma alternativa barata e ambientalmente correta, o protótipo do curral ecológico foi montado pelo terceiro ano consecutivo na Agrotins 2019. Na estrutura, as tiras de pneus substituem as pranchas horizontais de madeira que circundam o curral convencional. Desta forma, os pneus ganham uma nova utilidade, já que eles podem levar até 600 anos para se decompor na natureza, além de diminuir o custo na construção do curral para o agropecuarista.

Um dos benefícios do curral ainda é o bem-estar dos animais, já que a troca da madeira pelos pneus amortece o impacto deles com as laterais da estrutura, diminuindo o estresse do confinamento. O público-alvo do projeto é o agricultor familiar, principalmente por ser uma alternativa de baixo custo.

Programação

A 19ª edição da Agrotins conta com o maior número de eventos técnicos de todas as edições, com cerca de mil eventos, como seminários, encontros, workshops, palestras, cursos, minicursos, oficinas, dias técnicos e de campo.

Na abertura do evento, na última terça-feira, 7, a Agrotins contou com workshop para jornalistas, apresentando a soja no contexto da sustentabilidade; apresentação de produtos mostrando as principais tecnologias do mercado referente à sustentabilidade; atividades de demonstração na área da Aquicultura e Pesca; além de minicursos, palestras, debates, exposições e aulas dinâmicas.

Nessa quarta-feira, 8, o grande destaque foi para o evento Tilapiatins, voltado para o debate da piscicultura e da criação do peixe tilápia. Na ocasião, o Governo do Tocantins anunciou R$ 200 milhões em crédito ao aquicultor, com recursos do Banco da Amazônia, por meio do Fundo Constitucional do Norte (FNO).

“O Tocantins já é o 6º na produção de peixes nativos e o 17º de pescado. Nós temos 11 empresas de produção de alevinos, cinco parques aquícolas e produzimos 14 mil toneladas de peixe por ano. Porém, temos potencial para 600 mil toneladas”, destacou o secretário César Halum.

Já nesta quinta-feira, 9, o destaque da Agrotins fica por conta da entrega aos municípios de kits, que contêm balanças eletrônicas, freezers horizontais e verticais, computadores, impressoras multifuncionais, mesas de escritório, cadeiras, aparelhos de ar-condicionado, balanças de medição e palletes de polietileno, além de câmara frigorífica (fria) e caminhão frigorífico completo.

A ação conta com recursos da ordem de R$ 5,7 milhões do Ministério da Cidadania, com contrapartida do Governo do Tocantins, e vai equipar as Centrais de Distribuição com estrutura operacional adequada para receber, selecionar e condicionar os alimentos e distribuí-los, evitando desperdícios e garantindo sua maior qualidade. Os alimentos vindos da agricultura familiar serão direcionados a pessoas em situação de vulnerabilidade.

Tags:
Fonte: Agrotins

0 comentário