Tereza Cristina participa de comemoração dos 30 anos das relações diplomáticas entre Brasil e Vietnã

Publicado em 20/05/2019 09:52
63 exibições
A ministra mencionou o interesse na cooperação no setor de café e aumento das exportações de carne

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e a delegação brasileira em missão na Ásia participaram nesta sexta-feira (17), em Hanói, das celebrações que marcam os 30 anos das relações diplomáticas entre Brasil e Vietnã. O evento foi organizado pela União Vietnamita das Organizações de Amizade (Vufo).

O vice-primeiro-ministro do Vietnã, Vuong Dinh Hue, destacou que o país está “aberto a todas as economias do mundo”. O governo vietnamita sinalizou interesse em comprar soja, milho e algodão do Brasil. Em contrapartida, exportarem camarão e peixes para os brasileiros.

De acordo com Nguyen Van Lang, da Vufo, os produtores brasileiros de soja já firmaram parcerias com o empresariado vietnamita e a missão, liderada pela ministra, abre oportunidade para ampliar o diálogo. Ele destacou também o desenvolvimento tecnológico do Brasil no setor agropecuário.

A ministra Tereza Cristina mencionou o interesse na cooperação no setor de café e aumento das exportações de carne. O Vietnã também está entre os grandes produtores de café do mundo. "Um país que tem 100 milhões de habitantes e que vem crescendo 7% ao ano, um crescimento pujante. Cada vez mais eles precisam de produtos de boa qualidade, principalmente das carnes brasileiras", disse.

Diplomatas de países vizinhos e da comunidade de Língua Portuguesa participaram das comemorações, assim como os parlamentares que integram a comitiva brasileira à Ásia.

O embaixador do Brasil no Vietnã, Fernando Apparicio da Silva, afirmou que o agronegócio tem espaço para expandir a participação no mercado vietnamita, que hoje está apto a absorver mais produtos brasileiros.

Brasil e Vietnã

As relações diplomáticas entre Brasil e Vietnã foram estabelecidas em 1989. A embaixada do Brasil em Hanói, inaugurada em 1994, foi a primeira de um país latino-americano na capital vietnamita, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores (MRE). Em 2000, a embaixada do Vietnã em Brasília foi estabelecida.

Nesse período, os países firmaram acordos em ciência e tecnologia, cultura, esportes, produção e uso de etanol combustível e saúde. “Nos últimos anos, os dois países firmaram, ainda, atos sobre serviços aéreos; transportes marítimos; cooperação entre think tanks; e treinamento de diplomatas”, informa o MRE.

Segundo o MRE, em 2018, o comércio bilateral superou US$ 4,2 bilhões, o maior nível desde o início das relações. Em 2003, somava US$ 47,1 milhões. “No último ano, o Vietnã foi o 5º maior parceiro comercial do Brasil na Ásia. Empresas brasileiras dos setores de arquitetura e de produção de couros, entre outras, mantêm investimentos no Vietnã”, diz a nota.
No ano passado, o saldo agrícola entre os dois países chegou a US$ 1,4 bilhão. Em 2009, era de US$ 168 milhões, conforme dados do Mapa.

Tags:
Fonte: Mapa

0 comentário