Valor da produção agropecuária do Brasil em 2019 é estimado em R$603,4 bi

Publicado em 13/08/2019 17:15 e atualizado em 13/08/2019 23:00
159 exibições
Mas soja, café e cana-de-açúcar terão desempenho negativo, pressionados pelos baixos preços no mercado internacional.

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) do Brasil em 2019 foi estimado nesta terça-feira em 603,4 bilhões de reais, alta de 1,2% em relação a 2018 e segunda maior marca registrada pelo país, informou o Ministério da Agricultura.

Em nota, a pasta disse que, apesar de uma tendência de baixa no valor bruto das lavouras, que devem representar 399 bilhões de reais, há um avanço de 4,5% na pecuária, para 204,4 bilhões de reais.

"Essas tendências observadas devem permanecer até o final do ano, pois a safra deste ano está praticamente encerrada", disse o coordenador-geral de Avaliação de Políticas e Informação, José Garcia Gasques.

Até o mês passado, o VBP era estimado em 602,8 bilhões de reais.

O valor total, ainda de acordo com o ministério, só fica atrás dos 607,9 bilhões de reais obtidos em 2017.

O Brasil vem tendo um ano de alta nas carnes, especialmente com o aumento das exportações para a China, cuja criação de porcos foi dizimada pela peste suína africana, levando o país a buscar tanto proteínas alternativas quanto a própria carne suína em outras nações.

Segundo o ministério, o VBP estimado para a carne de frango registra alta de 13,4% na comparação anual, seguido por altas de 9,3% em suínos e de 1,3% em bovinos.

Em termos de lavouras, a pasta destacou importância da safra de milho para o VBP, com uma participação de 60,4 bilhões de reais, o que a torna a segunda principal cultura do país, depois da soja, cujo VBP estimado alcança os 129 bilhões de reais.

De acordo com pesquisa realizada pela Reuters com especialistas e instituições, o Brasil deverá colher 101,91 milhões de toneladas de milho em 2019/20, um novo recorde para o produto.

O ministério ressalta, porém, que há um desempenho negativo em alguns dos principais cultivos brasileiros, como soja, café e cana-de-açúcar, pressionados especialmente pelos baixos preços no mercado internacional.

Governo estima valor bruto da produção agropecuária em R$ 603 bilhões (Ag. Brasil)

O ministério da Agricultura prevê que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) chegue a R$ 603,4 bilhões este ano. Esse valor seria o segundo maior alcançado pelo setor agro nos últimos trinta anos. O maior valor, de 2017, foi de R$ 607,9 bilhões.

De acordo com as estimativas, as principais lavouras representaram R$ 399 bilhões, e a pecuária, R$ 204,4 bilhões. O otimismo do governo federal se baseia no desempenho das culturas do algodão, com aumento real de 16,6% no VBP, do amendoim (14,3%), da banana (20,5%), da batata inglesa (117,8%), do feijão (64,9%), do cacau (1,9%), da laranja (8,1%), da mamona (34,9%), do milho (22,9%), do tomate (19,6%) e do trigo (8,2%).

Já na pecuária, destacam-se os valores da carne de frango (13,4%) e de suínos (9,3%), e por último a carne bovina, com aumento de 1,3%. Nem todos os setores produtivos, porém, têm apresentado boa performance. Arroz, café, cana-de-açúcar, mandioca, soja e uva, responsáveis por 58% da produção nacional, estão rendendo menos que no ano passado.

“Essas tendências observadas devem permanecer até o final do ano, pois a safra deste ano está praticamente encerrada”, disse o coordenador-geral de Avaliação de Políticas e Informação, da Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques, em declaração divulgada pelo ministério.

Tags:
Fonte: Reuters/Agencia Brasil

0 comentário