Exportações do agronegócio de MG crescem 17% e batem recorde histórico

Publicado em 12/01/2009 20:19 1606 exibições

As exportações do agronegócio mineiro em 2008 somaram US$ 5,8 bilhões e bateram recorde. O valor é 17,7% maior que o de 2007, que foi de US$ 4,9 bilhões.Os números foram organizados pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, com base nos dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

O café foi responsável por mais da metade do valor das vendas. Foram US$ 3 bilhões em 2008. Um crescimento de 17,8% em relação ao ano passado. Além do café, quase todos os principais produtos do agronegócio de Minas Gerais apresentaram crescimento no valor exportado. “Até setembro, tivemos um período com o preço das commodities em elevação”, explica o superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, João Ricardo Albanez.

 

As vendas de carne somaram US$ 649 milhões, com um crescimento de 4,7% em relação a 2007. As vendas de carne suína cresceram 58% e somaram US$ 64,9 milhões. O valor dos embarques de carne de aves chegou a US$ 196 milhões, com alta de 22%. Já as vendas de carne bovina caíram 14% e somaram US$ 286 milhões.

 

No complexo soja (grão, farelo e óleo), o crescimento foi de 31,7%. O valor das vendas para o exterior foi de US$ 271 milhões. Os embarques da soja em grão foram os principais responsáveis pela alta. Foram US$ 178 milhões. Um crescimento de 67,6% em relação a 2007.

 

As vendas de madeiras e derivados somaram US$ 633 milhões, com um crescimento de 8% em relação a 2007. As exportações de produtos lácteos, com destaque para o leite em pó, somaram US$ 252 milhões, graças aos bons preços no mercado internacional registrados no primeiro semestre. O crescimento foi de 117,7% em relação a 2007.

 

A comercialização internacional de açúcar por Minas Gerais subiu 4% e somou US$ 350 milhões. As vendas de álcool também cresceram. O valor de US$ 137 milhões de 2008 representa um aumento de 16,3% em relação a 2007.

 

O volume de produtos do agronegócio exportado por Minas Gerais também bateu recorde, porém o crescimento foi bem menor. Em 2008, foram embarcados 4,91 milhões de toneladas. Uma alta de apenas 0,13% em relação a 2007. “Apesar dadesaceleração de preços médios nos últimos meses do ano, houve uma alta significativa em relação à 2007, garantindo o crescimento do valor exportado mesmo com a estabilidade do volume embarcado”, comenta Albanez.

 

Saldo da balança

 

O saldo da balança comercial (diferença entre exportação e importação) do agronegócio mineiro em 2008 foi de U$ 5,5 bilhões. Um aumento de 18,2% em relação ao saldo do ano passado. Os principais produtos importados por Minas Gerais são trigo, madeiras e derivados, algodão, frutas e arroz.

  

Dezembro e a crise

 

Apesar da crise mundial, as vendas do agronegócio mineiro em dezembro de 2008, foram 23,7% maiores em relação a dezembro de 2007. O valor comercializado no último mês do ano passado foi de US$ 507 milhões. Os produtos que mais contribuíram para a alta foram: café (28,5%), complexo soja (79,6%), produtos lácteos (57,5%), carne bovina (18,1%), açúcar (23,9%) e álcool (4.000 %).

 

Já os produtos que apresentaram queda no valor das vendas na comparação entre dezembro de 2008 e dezembro de 2007 foram: carne suína (-50,9%), aves (-18,2%), algodão (-46,5%) e madeiras e derivados (-21,3%).

 

Em volume embarcado, o crescimento foi 29,5% na comparação com dezembro de 2007. Destaque para o crescimento de 55% da vendas de carne bovina, 3.100% de álcool e de mais de 5.000 % nos embarques de soja em grão.


Fonte: SEAPA

Tags:
Fonte:
SEAPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário