Ceará: À espera da chuva

Publicado em 15/03/2010 08:13 354 exibições
A seca está prejudicando as lavouras no sul do Ceará. Muita gente plantou milho e feijão logo depois das primeiras chuvas do ano. O problema é que depois disso a água não apareceu mais.

De longe a lavoura está bem verde, o que não é suficiente para animar os produtores rurais. Os pés de milho fiaram pequenos, bem abaixo do esperado.

No ano passado os agricultores plantaram milho e feijão em Mauriti, um dos maiores produtores do Estado, e só conseguiram salvar 60% das lavouras porque a chuva carregou todo restante. Já este ano, entre janeiro e março, não choveu praticamente nada. Por isso, muitas lavouras estão perdidas.

“Até o final deste mês eu planto. Mas se passar deste mês eu não planto mais não. Não tem como tirar mais”, falou o agricultor João Gonçalves.

Em outro sítio da região, o agricultor Expedito Alves plantou no começo de janeiro com o pai. Foram dias e dias debaixo de muito sol forte plantando uma área de quatro hectares. Fica difícil olhar para a lavoura e saber que pode faltar feijão no prato da família.
Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário