Expedição finaliza sondagem com roteiro no Centro-Norte

Publicado em 16/03/2010 15:59 520 exibições
Região no Cerrado brasileiro avança na produção de grãos e se consolida como nova fronteira agrícola do país. Vantagens logísticas sustentam expansão na agricultura
Um das equipes da Expedição Safra percorre nesta semana o Centro-Norte do país, a região conhecida por MaToPiBa, uma área no Cerrado brasileiro que congrega os estados do Mara­nhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Os técnicos e jornalistas vão con­­ferir o desempenho da produção e o avanço do agronegócio na mais recente fronteira agrícola do Brasil. A Expedição esteve na região em outubro do ano passado, para a estimativa da safra de soja e milho dos quatro estados. Agora, outro grupo retorna para o balanço da temporada.
A projeção inicial da Expe­dição para o MaToPiBa é uma área global superior a 2 milhões de hectares de soja, para uma produção com potencial para quase 6 milhões de toneladas. No milho de verão, com uma extensão coberta de 1,12 milhão de hectares, a expectativa era de um volume acima de 2,2 mi­­lhões de toneladas. A colheita está apenas começando nesses estados, mas a considerar o comportamento do clima, os números da projeção devem se confirmar, com a possibilidade de uma ligeira variação para cima.
Além do ciclo diferente das regiões Sul e Centro-Oeste, por conta de características agroclimáticas que determinam o zoneamento, a produção no Centro-Norte é impactada positivamente por algumas peculiaridades logísticas, como a proximidade de um importante centro de consumo de grãos para ração, que cresce com a indústria da carne no Nordeste. O escoamento para exportação também ganha destaque, com o avanço das obras da Ferrovia Norte Sul e a distância competitiva, mesmo que rodoviária, para o Porto Ita­­­qui, em São Luiz, no Mara­­nhão. A região produtora do Piauí, por exemplo, está a menos de 1 mil quilômetros do terminal marítimo.
O MaToPiBa é o último roteiro da Expedição Safra no ciclo 2009/10. Desde o início da temporada, os técnicos e jornalistas que fazem o levantamento da produção de grãos já rodaram perto de 50 mil quilômetros em quatro países: Brasil, Paraguai, Argentina e Estados Unidos. A sondagem a campo é realizada em dois momentos, no início do ciclo, com a projeção dos números para a temporada, e no final da safra, com o balanço da produção.

Balanço

Os números finais da produção de soja e milho no Brasil serão divulgados no dia 30 de março. O encerramento da Expedição ocorre no dia 1º de abril, em programação paralela à Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, no Parque Governa­­dor Ney Braga.

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário