Mais de 2000 estabelecimentos produtores de material genético são fiscalizados pelo Mapa

Publicado em 23/03/2010 09:20 573 exibições
Brasília, DF, 23 de Março de 2010 - Atualmente, 2.267 estabelecimentos que produzem, comercializam ou prestam serviços na área de material genético animal estão cadastrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). No Brasil, todas as atividades envolvendo manipulação de sêmen bovino, suíno, de búfalo, cabra e ovelha (sêmen e embriões), avícola (ovos férteis) e sericícola (ovos e larvas de bicho-da-seda) são supervisionadas pelo ministério. Também é obrigatório o cadastramento dos animais reprodutores, doadores de sêmen para melhoramento genético dos rebanhos.

O trabalho de normatização e fiscalização de material genético animal é realizado pela Divisão de Fiscalização de Material Genético Animal (DMG) da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) e permite a rastreabilidade da produção de sêmen e embriões no País. “Esse controle é fundamental para assegurar a qualidade do material genético dos animais e seus derivados comercializados no mercado brasileiro ou exportados”, explica a chefe da DMG, Beronete Barros.

Antes da autorização para coleta e comercialização de sêmen nos centros de processamento registrados pelo Mapa, os animais doadores passam por exames sanitários e testes de identificação genética, bem como avaliação zootécnica visando a seleção dos melhores animais para produção de carne e de leite. A DMG monitora os exames e é responsável pelo registro e fiscalização dos centros de coleta e processamento de sêmen e embriões no País, assegurando ao consumidor um produto que contribui para o progresso genético dos rebanhos e da produtividade nacional. Os responsáveis por estabelecimentos desse tipo devem procurar a Superintendência Federal de Agricultura (SFA) em seu estado para solicitar o registro. 

No portal do Ministério (www.agricultura.gov.br), no menu Serviços, opção “Material Genético Animal”, está disponível a relação de estabelecimentos registrados e de reprodutores aptos à coleta e distribuição de sêmen, além da legislação vigente e banco de dados sobre produção, processamento e comercialização de material genético animal.
Tags:
Fonte:
Mapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário