Propriedade rural tem indice zero de mortalidade caprina

Publicado em 24/03/2010 09:07 591 exibições
Criador sergipano transforma pequeno empreendimento rural em um modelo de agronegócio
“Crio caprinos há 12 anos. Nesse período, só perdi dois animais, os primeiros que adquiri, mas foi por velhice, e isso há oito anos. Desde então, possuo índice zero de mortalidade. O principal fator que influencia esse ótimo resultado é o manejo correto dos animais, sempre priorizando um ambiente limpo e higienizado”, explica José Unaldo Neto, proprietário de um empreendimento agrícola familiar em Pinhão, município localizado a 80 quilômetros de Aracaju, na região Agreste Central de Sergipe. 

José Unaldo no início possuía apenas um pequeno terreno e era inexperiente na atividade. Aproveitou as capacitações proporcionadas pelos projetos direcionados para criação de caprinos e ovinos coordenados pelo Sebrae, participou de vários cursos e se transformou num Agente de Desenvolvimento Rural Sustentável (ADRS).

“É preciso investir em capacitação, fazer cursos, participar de palestras e missões técnicas em outros estados com o objetivo de conhecer experiências bem sucedidas, enfim, sempre buscar novos conhecimentos". Segundo Unaldo, assim o produtor fica apto para cuidar bem do seu rebanho e evitar problemas como as verminoses, um dos principais causadores de mortalidade nos animais. 

Com os conhecimentos e experiências adquiridas, o empreendedor melhorou seu negócio e hoje faz questão de disseminar o aprendizado com outros criadores. “É uma maneira de retribuir para a sociedade o que conquistamos com a ajuda do Sebrae e parceiros”, afirma Unaldo.

Atualmente José Unaldo possui 50 caprinos leiteiros selecionados, utilizando o leite para a produção de queijos e derivados. “Possuímos uma unidade de beneficiamento de leite, que, além de trabalhar com o leite de caprino, produz queijos de leite bovino. Diversifiquei o negócio, mas o carro-chefe é a criação de caprinos”, diz o empreendedor rural.

José Unaldo é integrante de uma das associações parceiras assistidas pelos projetos do Sebrae em Sergipe direcionados aos criadores de caprinos e ovinos. A coordenação dos projetos está sob a responsabilidade da Unidade de Atendimento Coletivo Agronegócio da instituição. 
Investimentos

José Unaldo faz parte da Associação dos Criadores de Caprinos de Nossa Senhora da Glória e é diretor da Cooperativa dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Sergipe. Recentemente, o grupo esteve em São Paulo participando da VII Feira Internacional de Caprinos e Ovinos (Feinco 2010).
Na Feinco o grupo adquiriu três caprinos, dois da raça Anglo Nubiana e um da Saanen. O animal mais novo tem sete meses e o mais velho um ano e quatro meses. São originários do Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Segundo Unaldo, como possuem excelente genética, serão utilizados pelos integrantes da cooperativa como reprodutores.

Os animais da raça Anglo Nubiana possuem dupla aptidão: podem ser utilizados para produção de leite e para o corte. Já o caprino da raça Saanen é um animal leiteiro. Além de fazer bons negócios na Feinco, os sergipanos aproveitaram a missão a São Paulo para participar do V Congresso Internacional Feinco 2010, realizado no Centro de Exposições Imigrantes. O evento é direcionado para os pecuaristas, pesquisadores, universitários e profissionais ligados ao agronegócio da ovinocaprinocultura, um local excelente para troca de experiências e reciclagem de conhecimentos.

Caso de sucesso
O exemplo de empreendedorismo rural de Unaldo é o segundo caso de sucesso sergipano reconhecido pelo Sistema Sebrae voltado na criação de caprinos e ovinos. O primeiro é o Consórcio do Bode, ação inovadora desenvolvida no município de Nossa Senhora da Glória que se tornou uma referência em investimento coletivo.

“Unaldo conseguiu transformar uma pequena propriedade rural em um negócio rentável. Trata-se de um excelente exemplo rural de trabalho familiar”, diz Antonio Cardoso, técnico do Sebrae/SE.
Tags:
Fonte:
Agência Sebrae de Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário