Argentina: Serão produzidos 48% a mais de grãos por causa do El Niño

Publicado em 01/04/2010 08:32 535 exibições
A Argentina conseguirá uma produção mais próxima de seu recorde (96,7 milhões de toneladas na campanha 2007/2008) e o novo cálculo supera em 12% o efetuado no final do ano passado.
Em 2009 as exportações argentinas de grãos foram reduzidas em 34,1%, até os 50,9 milhões de toneladas por causa da seca que atingiu o país, indicou o IES.

O valor das exportações agrícolas do ano passado registrou uma baixa interanual de 35,4%, até os 18.278 milhões de dólares, acrescentou o informativo.

No primeiro bimestre deste ano, as exportações agrícolas registraram uma queda de 21,6%, chegando até 6,9 milhões de toneladas pelo valor de 2.245 milhões de dólares, 20% a menos que em 2008, causado por uma queda em todos os produtos do setor, informou o IES.

As associações agropecuárias reclamam desde 2008 para que cessem as restrições às importações de trigo e milho, assim como as de carne bovina, entre outras regras que o governo aplica a fim de assegurar o abastecimento interno e evitar as altas de preços no mercado doméstico.

No ano passado, a participação das exportações agrícolas totais na Argentina (55.750 milhões de dólares) chegou a 33,4%, abaixo dos 37,6% da de 2008. A China é o maior comprador do setor agrícola argentino em valores e quantidades, com uma demanda de 2.884 milhões de dólares em 2009 (5,4 milhões de toneladas de grãos), o qual duplica ainda mais para o segundo comprador, que são os Países Baixos.
Tags:
Fonte:
E-Campo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário