Setor de fertilizantes ampliará investimentos no RS

Publicado em 20/04/2010 15:35 1150 exibições

O setor de fertilizantes gaúcho deverá registrar forte expansão nos próximos anos, como resultado de uma série de investimentos programados pelas principais indústrias em operação no Estado. <?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

O anúncio foi feito ao ministro Wagner Rossi, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, pelo presidente do Sindicato da Indústria de Adubos do Rio Grande do Sul – SIARGS, Torvaldo Antonio Marzolla Filho, durante audiência na sede do MAPA, em Brasília. Conforme o dirigente, os novos investimentos projetados elevam-se a cerca de US$ 270 milhões, devendo ser implementados ao longo dos próximos cinco anos, representando uma expansão da capacidade instalada do setor da ordem de 15% a 20%.

Além da preocupação em aumentar a capacidade de produção, Torvaldo destaca também a ênfase dos fabricantes locais para a melhoria contínua da qualidade dos fertilizantes fornecidos aos agricultores e na rígida observância dos mais avançados conceitos de sustentabilidade. Para tanto, o SIARGS mantém inclusive acordo de cooperação técnica com o Centro Nacional de Tecnologias Limpas – CNTL -, instituição de renome internacional na área ambiental. O ministro Wagner Rossi reafirmou, na oportunidade, que a política do governo visa o fortalecimento da indústria de fertilizantes, objetivando o suprimento de adubos de efetiva qualidade física e química para o aumento da produtividade do agronegócio brasileiro.

Outra prioridade é ampliar a produção nacional de fertilizantes a baixo custo energético, de forma sustentável e ecologicamente correta. O superintendente do MAPA no RS, Francisco Signor, que acompanhou a audiência em Brasília, informou o ministro que as indústrias filiadas ao SIARGS sempre demonstraram grande interesse em produzir fertilizantes com a melhor tecnologia, constituindo-se em um “modelo” a ser seguido. As informações são de assessoria de imprensa.

 

Tags:
Fonte:
Agrolink

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário