IMA recebe visita de missão da Bolívia

Publicado em 28/04/2010 13:48 272 exibições
 

Durante esta semana, técnicos bolivianos do Servicio Nacional de Sanidad Agropecuaria e Inocuidad Alimentaria (Senasag), visitam Minas Gerais para conhecer as ações realizadas pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) na área de Educação Sanitária para a prevenção da Febre Aftosa.

A visita é uma cooperação técnica internacional que visa o cumprimento do Plano de Ação para o Fortalecimento Técnico e Institucional do Senasag - órgão federal de defesa agropecuária da Bolívia. 

Nesta quarta-feira, (28), o grupo estará em Curvelo para conhecer o projeto Sanitaristas Mirins, executado pelo IMA desde 2003. O objetivo é conhecer melhor a experiência mineira em educação sanitária e as atividades que o Instituto executa para manter a vigilância da Febre Aftosa no estado.

A coordenadora de Educação Sanitária, Ana Starling, ressalta a importância deste trabalho educativo. “Defesa agropecuária não é só fiscalização. A educação sanitária é a base para promover mudanças de conduta das pessoas, para que elas interfiram positivamente no ambiente em que vivem, mantendo a qualidade da saúde humana, além da sanidade animal e vegetal”, explica.

Para o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, a visita do grupo boliviano é importante para promover o intercâmbio de informações e conhecimentos. “Minas Gerais é reconhecido há 14 anos, como área livre da Febre Aftosa com vacinação. Além disso, é um estado que representa o Brasil em vários aspectos, através da diversidade de suas regiões. Por isso é importante essa troca de informações”.

O coordenador da missão boliviana, Mauricio Yorimoto  Aramayo, afirma que a visita servirá como uma troca de experiências. “Esperamos que as ações realizadas em Minas Gerais possam embasar os trabalhos de defesa agropecuária na Bolívia”, informa.

A visita do grupo boliviano em Minas tem apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e do Ministério das Relações Exteriores.

Educação Sanitária

O IMA desenvolve desde 2003, ações de educação sanitária através do projeto pioneiro Sanitaristas Mirins. O objetivo é fornecer a alunos e professores, principalmente da área rural, informações referentes à defesa sanitária e proporcionar novos conhecimentos sobre saúde animal, vegetal, ambiental e segurança alimentar.
 
Para a execução desse projeto, o IMA editou o livro "A Educação Sanitária no dia-a-dia dos Alunos - Descobrindo a Agropecuária na Escola", com a publicação de 37 mil exemplares, que mostra às crianças a importância da atividade rural, conscientizando-as sobre a importância de adotar corretamente as medidas sanitárias preconizadas nos programas de Governo, bem como despertá-las para o consumo com qualidade.
 
A área de abrangência do “Sanitaristas Mirins” aumenta a cada ano. O projeto cresce desde 2007 e 2008, quando atuou com 7 mil pessoas. Em 2009, atingiu mais de 12 mil estudantes e professores. Em 2010, será mais uma vez expandido e a meta é alcançar mais de 17 mil alunos e professores principalmente da zona rural de escolas municipais e estaduais do ensino fundamental I e II.  

Tags:
Fonte:
IMA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário