Pecuaristas de MT vão investir 12,4 milhões em vacinas

Publicado em 28/04/2010 15:36 227 exibições
A partir de hoje (28) os pecuaristas de Mato Grosso já podem adquirir a vacina para imunizar seu rebanho de bovinos, de zero a 24 meses, contra a febre aftosa, entretanto a vacinação deve ser realizada a partir do dia 1º de maio, até o dia 31 do mesmo mês. A previsão do Indea - Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso é de vacinar 11 milhões de cabeças, das 27,3 milhões do rebanho de Mato Grosso.

Nessa etapa, o pecuarista vai investir R$ 12,4 milhões na compra de vacinas. Segundo levantamento do Imea - Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, a dose da vacina está sendo vendida a R$ 1,13 em média no estado, o que representa um aumento de 2.72% no custo em relação aos valores praticados no ano passado, quando foi comercializada a R$ 1,10 a dose. Esse percentual aumenta se a conta for feita com o valor da vacina comercializada na região Nordeste, que é de R$ 1,20, que chega a 6.19% a mais. O pecuarista vai encontrar variação de até 12.15% no preço das doses, que são encontradas a R$ 1,07 na região Sudeste, a R$ 1,20, na Nordeste.

“Esse é um investimento que o pecuarista faz com gosto, pois sabe da importância em proteger seu rebanho de uma doença que pode tirá-lo do mercado, principalmente externo”, avaliou o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat, Luciano Vacari. Para ele, “o pecuarista vem mostrando que está cada dia mais comprometido, pois a vacinação da etapa de novembro do ano passado, onde todo rebanho é vacinado, 99,82% vacinaram seu gado de forma espontânea”. A etapa de maio de 2008 e 2009 registrou a vacinação espontânea de 99.72%, “este ano esperamos que seja igual a etapa de novembro do ano passado ou ainda maior”.

“É bom lembrar que a vacinação é obrigatória e o pecuarista deve fazer o comunicado da vacinação em um dos postos do Indea, até o dia 10 de junho, para evitar pagar multa”, lembra a técnica do Indea, Daniella Almeida Bueno.  O Indea ainda avisa que na faixa de fronteira, a fiscalização está mais intensificada com 20 equipes de servidores do Instituto. Vale lembrar que a dose é 5 ml da vacina que deve ser aplicada na tábua do pescoço e que deve ser mantida sob refrigeração, não ultrapassando 8 graus centígrados.

Tags:
Fonte:
24 Horas News

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário