As diferentes abordagens sobre "Agricultura de Precisão"

Publicado em 28/04/2010 16:40 e atualizado em 01/03/2020 07:48 374 exibições
São várias formas de abordagem, mas o objetivo é sempre um só: utilizar estratégias para resolver os problemas da desuniformidade das lavouras e se possível tirar proveito delas. Agricultura de Precisão (AP) pode ser praticada em diferentes níveis de complexidade e com diferentes objetivos. No Brasil predomina a estratégia relacionada ao gerenciamento da adubação (fertilizantes e corretivos) das lavouras com base apenas em amostragem georreferenciada de solo. O doutorando em Engenharia Agrícola pela University of Nebraska, atualmente professor associado da Universidade de São Paulo, José Paulo Molin, indica que alternativas mais elaboradas devem ser buscadas, por exemplo, considerando a produtividade da cultura anterior para se fazer a reposição dos nutrientes extraídos, o que exige a geração dos mapas de produtividade.

Essa abordagem demanda mais equipamento e mais trabalho, mas é muito mais completa como estratégia de gestão. A aplicação de insumos em taxa variável tem tido grande apelo comercial porque, num primeiro momento as maiores chances estão na economia de insumos. Com a realocação são diminuídos os desequilíbrios e num segundo momento a produtividade das culturas tende a melhorar.

No entanto, as práticas de AP podem ser conduzidas em diferentes níveis de complexidade e com diferentes objetivos. Quanto mais dados, mais consistente é a informação gerada e o conseqüente diagnóstico referente à variabilidade presente, complementa Molin.

Mais sobre a Agricultura de Precisão, será debatido e mostrado durante o Entec$ em Lucas do Rio Verde, no dia 07 de maio a partir das 15h30, no Painel “Gestão da Produção”. O evento vai de 6 a 8 de maio.
Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário