Brasil deve ter safra recorde em 2010, revela IBGE

Publicado em 06/05/2010 13:56 496 exibições

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve chegar a 146,5 milhões de toneladas, superando em 9,4% a produção obtida em 2009 (133,9 milhões de toneladas) e ficando 0,4% acima do recorde da série (2008), segundo informações contidas no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de abril do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


O IBGE prevê aumento de 0,1% em relação à área plantada no ano passado, chegando a 47,3 milhões de hectares. Em relação a 2009, para as três principais culturas, arroz, milho e soja (82,3% da área plantada) espera-se variações de -5,0%, 5,9% e 6,5%, respectivamente. A produção do milho e da soja deverá crescer 4,0% e 19,2%, nesta ordem, enquanto que o arroz terá retração (-9,7%).

O estado que mais deve produzir neste ano é o Paraná, que retorna à posição de maior produtor nacional de grãos, superando em 1,5 ponto percentual (p.p.) o Mato Grosso, que no ano passado assumiu a liderança, já que a safra paranaense foi muito afetada pelas condições climáticas desfavoráveis, como seca no início de 2009, geadas em junho e chuvas excessivas no período final das culturas de inverno.


A estimativa da safra nacional de café em grão, segundo o levantamento de abril, é de 2.698.361 toneladas, ou 45,0 milhões de sacas. Em relação a março, houve alta de 1,7%.


Além disso, para 2010, a produção esperada de soja (67,9 milhões de toneladas) é maior 0,8% que a informação de março. Os acréscimos se devem a uma reavaliação positiva no rendimento dos Estados de Santa Catarina e no Mato Grosso do Sul, com as boas condições climáticas nos principais centros produtores. Ressalta-se que no Mato Grosso do Sul, com a colheita encerrada, o rendimento médio obtido de 3.050 kg/ha suplantou em 4,2% o antigo recorde de 2.926 kg/ha que vinha se mantendo desde 2001.
(Redação - Agência IN)

Tags:
Fonte:
Investimentos e Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário