Portaria de apoio à comercialização é bem recebida pelo mercado

Publicado em 13/05/2010 12:04 320 exibições
O estado do Mato Grosso parece ter recebido bem as novas regras da portaria interministerial de apoio à comercialização de milho, arroz e feijão por meio de leilões. As normas devem garantir o recebimento do preço mínimo por parte dos produtores. Os representantes do mercado no MT são importantes para estabelecer a transparência nas transações.

Segundo o presidente da Aprosoja, Glauber Silveira, o setor está aguardando a publicação do edital da Conab, que deve sair no próximo dia 19, e os leilões podem acontecer nas últimas semanas de maio. Além disso, Silveira diz também que aguarda uma decisão do governo quanto ao número de regiões para a precificação dos prêmios dos leilões de milho em Mato Grosso. Hoje, existem três e a Aprosoja reivindica seis. No entanto, as autoridades devem criar cinco regiões, atendendo parte das necessidades mato-grossenses.

Com a publicação da portaria, um dos objetivos do governo é fazer com que o pagamento dos prêmios de subvenção para o escoamento da safra chegue mais próximos da realidade. Baseado nessa portaria, o PEP, que até então era definido por um valor médio de regiões,  referente ao frete passará a ser calculado de acordo com o destino da carga. O cálculo antigo, no entanto, não era eficiente, tampouco apropriado, pois o preço pago por distâncias muito diferentes eram, quase sempre, os mesmos.

Tags:
Fonte:
Redação NA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário