Agromercados Geral

Publicado em 27/05/2010 10:29 e atualizado em 27/05/2010 11:12
381 exibições

CÓDIGO VAI À VOTAÇÃO
Michel Temer (PMDB/SP), presidente da Câmara dos Deputados, informou que vai colocar em votação no plenário o projeto de lei do Código Ambiental Brasileiro em junho. Temer se reuniu com os deputados federais Valdir Colatto (PMDB/SC), Waldemir Moka (PMDB/MS), Paulo Piau (PMDB/MG), Moacir Micheletto  (PMDB/PR) e Aldo Rebelo (PCdoB/SP), membros da Comissão Especial.
 
PRESSÃO NO CAMPO
"Este é um assunto polêmico, mas muito útil para o Brasil. Existe uma pressão muito grande nos produtores rurais, pressão fiscal e policial", disse o presidente da Câmara.
 
OS DESMATADORES
SOS Mata Atlântica e o INPE (Instituto Nacional de Pesquisa Espacial) divulgaram hoje dados do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica para o período de 2008-2010. Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina foram os Estados que mais desmataram no período. Os cinco municípios que mais perderam cobertura florestal nativa são de Minas Gerais. 

COMIDA PARA BOI
Se o preço atual do milho é um péssimo negócio para o agricultor, oferece uma grande oportunidade para o confinador, como mostra a Carta Insumos publicada nesta quarta-feira pela Scot Consultoria.
 
CUSTO 20% MENOR
"Descontando-se o preço do boi magro, os custos para alimentar os animais no cocho nesta temporada serão bem menores do que no ano passado. Pelos cálculos de Alex Lopes Silva, da Scot, entre 20% e 25% do custo de produção do confinamento este ano será alimentação.
 
MENOS ARROBA
Vale destacar que no ano passado, uma saca de milho custava 16% a mais do que hoje. Ganha o pecuarista, que para adquirir uma tonelada de milho gasta cerca de 4,08 arrobas, 1,3 arroba a menos do que na mesma época do ano passado. Os dados são da publicação da Scot Consultoria.
 
BOI A R$ 81,45
Para maio, a arroba do boi gordo na BM&FBOVESPA subiu 55 centavos, fechando a R$ 81,45. No vencimento outubro, o preço do boi subiu 46 cents, para US$ 85,77 a saca.
 
SAI KROETZ, ENTRA JARDIM
Inácio Afonso Kroetz foi exonerado do cargo de Secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura. Em seu lugar, o ministro Wagner Rossi nomeou Francisco Sérgio Ferreira Jardim, que durante vários anos foi superintendente federal do Ministério da Agricultura em São Paulo.
 
BB COM AS COOPERATIVAS
O vice-presidente de agronegócio do Banco do Brasil, Luiz Carlos Guedes Pinto, passará a quinta-feira, 27, reunido com as lideranças de cooperativas do Paraná. Na pauta, a modernização da atual política de crédito rural. A reunião começa às 10h30 na sede do Sistema Ocepar, em Curitiba, sob a coordenação de João Paulo Koslovski, presidente da entidade.
 
CHURRASCO NO JAPÃO
O governo do Japão ordenou o abate sanitário em mais de 85.000 animais, suínos e bovinos em 111 fazendas. O objetivo é conter a disseminação da febre aftosa. O custo do combate à aftosa no Japão já alcançou 16 bilhões de ienes (US$ 173,36 milhões), sem incluir o valor dos animais abatidos.

LEITE EM ALTA
O preço do leite ao produtor fechou em R$ 0,75 o litro no pagamento de maio (média nacional), alta de 4,4% em relação a abril.
 
SEM BIFE
A produção de carne bovina na Argentina já caiu cerca de 20% somente no primeiro trimestre deste ano em relação a 2009. Diante da redução da oferta, o governo restringiu as exportações. Calcula-se que o consumo per capita de carne bovina por lá tenha declinado 18% este ano.
 
FRANGO MAIS CARO
De janeiro a abril, a exportação brasileira de carne de frango rendeu US$ 1,99 bilhão, com alta de 18% ante ao mesmo período de 2009. Em volume, porém, as vendas caíram 1,4%, de 1,15 milhão de toneladas de carne de frango para 1,17 milhão de t. Os dados são da União Brasileira de Avicultura (Ubabef).
 
DÓLAR A R$ 1,85
O dólar no balcão caiu 0,64% hoje, recuando a R$ 1,8560.
 
SOJA EM CHICAGO
Os preços futuros da soja em Chicago encerraram o pregão a US$ 9,38/bushel, com valorização de 7,50 cents. Na BM&FBOVESPA, a saca de soja para julho foi cotada a US$ 21,24, com alta de 13 cents.
 
MILHO REAGE
Os lotes para julho fecharam a US$ 3,71 o bushel, com alta de 7,25 cents. Por aqui, o milho para setembro vale R$ 20,31.
 
CAFÉS ESQUENTAM
Os contratos do arábica para entrega em julho, mais líquido, tiveram alta de 0,72%, cotados a 133,70 cents por libra-peso. Em Londres, os preços futuro do café robusta, cotados a US$ 1.334 a tonelada para entrega em julho, subiram US$ 4. Na BM&FBOVESPA, a saca de café para setembro teve alta de US$ 1,10, chegando a US$ 158,75.
 
AÇÚCAR SOBE
Os contratos mais líquidos do açúcar demerara, com vencimento em julho, fecharam com ganho de 0,72%, a 15,36 cents por libra-peso.  Em Londres, o açúcar refinado perdeu US$ 7,60 a tonelada no vencimento agosto, recuando a US$ 492,60 a tonelada.
 
SUCO SOBE
Na Bolsa de Nova York, os preços futuros do suco concentrado econgelado encerraram o pregão desta quarta-feira com pequena alta de 0,14%, a 139,60 cents por libra-peso.
 

Tags:
Fonte Suinocultura Industrial

Nenhum comentário