Campanha nacional vai estimular consumo de mel no Pará

Publicado em 28/05/2010 07:02 277 exibições

A campanha nacional "Meu Dia pede Mel" será lançada no Pará neste sábado (29), durante a Feira do Empreendedor, que acontece no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. O objetivo é estimular o consumo de mel em todo o país, como alimento natural saudável e de alto valor nutricional.

A campanha é uma iniciativa da Confederação Brasileira de Apicultura (CBA), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Fundação Banco do Brasil. No Pará, terá o apoio da Federação Paraense dos Apicultores (Fapic).

O Estado do Pará foi destaque no XVIII Congresso Nacional de Apicultura, maior evento setorial do país, realizado no último fim de semana em Cuiabá (Mato Grosso). O estande paraense foi um dos mais visitados na maior feira de mel da América do Sul.

Durante o evento, o Pará foi premiado por ter levado a maior delegação, com 110 produtores, e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-PA) também recebeu prêmio pela realização do Programa de Georreferenciamento Apícola, além de ser escolhido para sediar o Congresso Nacional de Apicultores de 2014.

A delegação paraense apresentou a logomarca que mostra o Ver-o-Peso e a bandeira estilizada do Pará na forma de colméia, com a qual concorreu e venceu dos Estados do Ceará e Pernambuco a disputa para realizar em Belém o próximo Congresso Nacional. A cidade sede do evento é escolhida com antecedência de quatro anos. Em 2012, o congresso, que acontece a cada dois anos, será em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Qualidades - O mel é alimento de alta qualidade e valor energético, podendo apresentar variações de cor, sabor e aroma, de acordo com as diferentes floradas que o originaram. Poderá se tornar pastoso e formar cristais sem perder suas qualidades e propriedades originais.

Alimento riquíssimo, o mel tem sais minerais e substâncias antioxidantes e antimicrobianas. Por suas ações adstringentes e suavizantes é muito usado na indústria de cosméticos para nutrir e fortalecer a pele e os cabelos, podendo ainda ser usado como adoçante natural.

No Pará, a produção de mel cresceu mais de 3.000% nos últimos sete anos, passando de 200 para 3 mil apicultores, que hoje produzem 1.100 toneladas, a maior produção da região amazônica. Além do mel, a produção de pólen começa a ganhar espaço no mercado paraense.

Tags:
Fonte:
Agência Pará de Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário