Preço ao produtor tem alta de 8,66% em maio

Publicado em 07/06/2010 07:15 176 exibições
Os agricultores paulistas encerraram o mês de maio recebendo mais pelo que produziram. O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), elaborado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) - ligado à Secretaria de Agricultura de São Paulo - , fechou maio com alta de 8,66%.

Dentre os produtos de origem vegetal, a alta foi de 12,18%. Já para os produtos de origem animal, houve queda de 0,1%. Excluindo a cana do cálculo do índice, o IqPR teve variação positiva de 6,78%.

Os produtos que registraram as maiores altas em maio, segundo o levantamento, foram a laranja para indústria (68,80%), feijão (24,64%), cana-de-açúcar (11,34%), amendoim (9,05%) e leite tipo C (5,52%).

Conforme o IEA, os preços da laranja para a indústria foram influenciados pela alta da laranja de mesa, que levou agroindústrias a ocuparem espaço nesse mercado, pressionando as cotações. Já o feijão segue em alta, apesar da intervenção do governo federal, e a expectativa é de preços firmes até a nova safra. A cana ainda não sentiu o reflexo do recuo dos preços do açúcar e do etanol.

As maiores quedas em maio foram a da banana nanica (16,32%), tomate para mesa (11,75%), laranja para mesa (6,97%) e algodão (3,81%) e carne de bovina (1,73%).

Em 12 meses, o IqPR teve variação positiva de 29,76%.

Tags:
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário