Brasil deve pedir à UE maior tolerância a transgênicos

Publicado em 09/07/2010 15:05 222 exibições
O Brasil pressionará a União Europeia (UE) a ampliar sua aceitação em relação a níveis mínimos de tolerância de contaminação de organismos geneticamente modificados (OGMs).

Matéria de Célia Froufe, publicada pelo Estadão da última quinta-feira (08/07), revela que atualmente, essa tolerância é zero, e o que o Brasil solicitará um intervalo entre 0,1% e 0,2% de contaminação em relação ao total do produto modificado, informou o ministro da Agricultura, Wagner Rossi. “Há certa sensibilidade para isso ser ampliado”, afirmou.

Rossi disse estar consciente de que há certos transgênicos que não são e nunca serão aceitos na Europa porque são desenvolvidos exclusivamente para áreas específicas brasileiras, como os para atender a regiões áridas. “Hoje, muitos organismos geneticamente modificados são criados especificamente para  microclimas”, disse.

O ministro embarca em missão oficial para Bruxelas, na Bélgica, nesta sexta-feira (09/07), e deve retornar no próximo dia 15.

Tags:
Fonte:
Complexo Soja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário