China é principal importador de produtos de Lucas do Rio Verde

Publicado em 18/08/2010 08:45 246 exibições
A venda de soja, milho e algodão produzidos no município de Lucas do Rio Verde para o comércio exterior, entre janeiro a julho, gerou US$ 193,3 milhões em negócios. O montante é 35,43% inferior ao mesmo período do ano passado, quando somaram US$ 299,4 milhões,  aponta o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Do total de negócios, pouco mais de US$ 104 milhões foram somente com a China (que passou a ser a 2ª economia mundial) - principal importador dos produtos luverdenses -. O valor corresponde a 53,84% do total. A relação é composta ainda por pouco mais de 20 países. Holanda é o segundo na relação com negócios de US$ 32,5 milhões. Tailândia aparece em seguida com US$ 12,5 milhões e, a Espanha em quarto, com US$ 11,7 milhões. A França fica em 5° com US$ 8 milhões.

Conforme o ministério, nos últimos sete meses, o principal produto exportado foi os grãos de soja e alcançou US$ 115,1 milhões. No entanto, como analisado no cenário estadual, apresenta queda de 21,2% quando comparado com o mesmo período do ano passado, quando as vendas alcançaram US$ 146,1 milhões.

Em seguida, está a venda de bagaços e outros resíduos da extração do óleo de soja, com US$ 50,9 milhões ( -35,8% em relação a 2009). A venda do óleo de soja resultou, no período, US$ 15,3 milhões tendo queda foi de 61,1%, quando foram US$ 39,6 milhões.

A exportação do milho aparece em quarto na lista, com negócios de US$ 7,9 milhões, 70,97% inferioes a 2009, quando  geraram US$ 27,2 milhões. Na lista está ainda o algodão, cuja comercialização resultou em US$ 3,6 milhões e, o glicerol, com US$ 270,3 mil.

Somente em julho, as vendas ao comércio exterior somaram US$ 25,6 milhões, 49,1% a menos que em 2009, quando atingiram US$ 50,5 milhões.

Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário