Safra MT: Desvalorização consolidada

Publicado em 15/09/2010 07:06
178 exibições
Com a safra 09/10 encerrada em Mato Grosso, após a colheita das principais culturas soja, algodão e milho , 2010 ficará marcado como o ano em que a produção estadual atingiu o menor valor da produção: R$ 16,99 bilhões, cifras 18,49% abaixo dos R$ 20,85 bilhões contabilizados no ano passado.

A desvalorização é resultado do avanço do real frente o dólar, que no caso específico de Mato Grosso traz duplo impacto negativo: o primeiro que é a queda direta sobre o valor das commodities nos mercados e o segundo é o aumento do custo do frete, que, balizado em dólar, demanda mais reais para quitação do serviço.

Neste ciclo já finalizado, o Estado bateu seu próprio recorde de produção ao ofertar 29,27 milhões de toneladas. Porém, apesar do avanço na produção, o Valor Bruto da Produção (VBP), calculado mensalmente pelo Ministério da Agricultura, revela que o valor atual é idêntico ao aferido à produção estadual em 2005, quando a safra era 17% em comparação a atual.

Por mais um mês, conforme levantamento referente ao comportamento do mercado em agosto, divulgado ontem pelo Ministério, Mato Grosso, segundo maior produtor de grãos do país nesta temporada, contabiliza a maior desvalorização no intervalo de uma safra. Enquanto o VBP do Estado tem queda de mais de 18%, o Centro-Oeste apresenta perdas de 16,23% e a média nacional prevê valorização de 0,18%.

A soja, carro-chefe do agronegócio, o VBP passa de R$ 13,20 bilhões para R$ 9,53 bilhões.
Tags:
Fonte: Diário de Cuiabá

Nenhum comentário