Insumos para plantio de verão têm queda de 15% no PR

Publicado em 17/09/2010 07:41
368 exibições
O produtor rural do Paraná está animado com a possibilidade de uma redução média de 15% nos gastos com insumos para a próxima safra, mas mostra-se apreensivo por até agora não poder iniciar o plantio.

A seca prolongada, que foi útil para a finalização da colheita da safra de inverno, já provocou atraso de pelo menos duas semanas no início do plantio da safra 2010/2011. Até o momento, não há previsão de quando o cultivo será iniciado.

Mesmo com essa incerteza, a safra de verão do Paraná tem uma produção de grãos estimada em 19,9 milhões de toneladas e deverá ocupar mais ou menos a mesma área que foi plantada em setembro e outubro do ano passado.

O volume de grãos a ser colhido, no entanto, deverá ter redução em torno de 7% em comparação com as 21,4 milhões de toneladas da safra 2009/2010.

A redução se explica devido à preferência dos produtores pela soja ao invés do milho. Embora a oleaginosa produza menos quilos por hectare do que o milho, para o produtor o lucro é maior.

Os produtores se baseiam nas últimas safras para afirmar que o preço interno do milho mal cobre os custos. Além disso, o manejo das lavouras de soja é mais fácil e o risco climático da cultura é menor.
Tags:
Fonte: O Diário

Nenhum comentário