Cuidados redobrados na produção, colheita e armazenagem

Publicado em 21/09/2010 08:15
354 exibições
Como são colhidas precocemente, as baby leafs são muito sensíveis e exigem cuidados especiais. Por esse motivo, geralmente são cultivadas por meio de hionia e em ambiente protegido. É preciso redobrar a atenção desde a nutrição nas fases iniciais do desenvolvimento até o manejo na colheita, a preparação da embalagem e o transporte, que precisa ser refrigerado. Todas essas exigências encarecem o produto, mas, por outro lado, garantem a sua qualidade. "Elas têm uma qualidade muito boa, há aproveitamento total do que vem na embalagem", reforça a consumidora Renata Chineze.

De acordo com o pesquisador do Instituto Agronômico de Campinas, Luis Felipe Villani Purquerio, qualquer cultivar de interesse comercial pode ser aproveitada para a produção de baby leaf de hortaliças, sendo que alface, agrião, rúcula, espinafre e beterraba são as mais indicadas para esse tipo de cultivo.

A baby leaf de alface, por exemplo, leva em torno de 28 a 42 dias desde a semeadura até a colheita, cerca da metade do tempo necessário para a colheita da alface convencional. "No caso da beterraba, as folhas jovens podem ser colhidas entre 28 e 50 dias após a semeadura. No cultivo tradicional, as folhas de beterraba são raramente aproveitadas e o ciclo da cultura situa-se entre 90 e 110 dias", acrescenta Wilson Tivelli, chefe da APTA.
Tags:
Fonte: Folha de Londrina

Nenhum comentário