Produtores intensificam semeadura das culturas de verão no RS

Publicado em 21/09/2010 13:17
342 exibições
As precipitações, até o momento, foram benéficas para a semeadura de grãos de verão, proporcionando ótimas condições de umidade na maioria das regiões do Rio Grande do Sul. Segundo o Informativo Conjuntural, elaborado pela Emater/RS-Ascar, o fato acelerou a realização da semeadura das lavouras de milho, que se encontram, aproximadamente, em 10% defasadas em relação à média histórica. Nas regiões Noroeste e Alto Uruguai, deverão ser replantadas algumas áreas, em decorrência da má germinação ocorrida pela falta de umidade no início da semeadura.

O plantio de feijão também avançou, reduzindo o atraso inicial. Na semana passada, a diferença de área plantada em relação à média histórica diminuiu para 37%, já alcançando 20% da área estimada para esta safra, que é de 74 mil hectares, 4,13% menor do que a passada. Outros 15% da área estão na fase de desenvolvimento vegetativo.

Já os arrozeiros e os produtores de soja realizam os preparativos para a implantação das lavouras. As barragens e açudes que reservam água para as lavouras de arroz estão com nível ótimo de suas capacidades, permitindo o cultivo da totalidade da área prevista. Na soja, os integrantes do setor produtivo estão em fase de planejamento, elaborando projetos de custeio e comprando sementes e insumos, enquanto grande parte da área destinada à futura produção ainda se encontra com pastagens, plantas de cobertura, lavouras de trigo, canola e cevada.

Trigo
Após o retorno das precipitações e de condições meteorológicas adequadas, o desenvolvimento das lavouras de trigo teve melhoras na sua evolução, já apresentando áreas em fase inicial de enchimento de grãos. Porém, a cultura ainda está, na sua maioria, nos estágios de desenvolvimento e floração. Até aqui, percebe-se que as áreas em espigamento e floração têm alto potencial produtivo e boa sanidade. Os produtores seguem realizando aplicações de agroquímicos para controle de doenças e pulgão.

Cítricos
Na região do Vale do Caí, todas as espécies e variedades de frutas cítricas estão em pleno florescimento. As laranjeiras estão com floração abundante e sadia, o que faz prever, caso as condições favoráveis permaneçam, uma boa safra desta fruta no ano de 2011. O clima das últimas semanas, com alguns dias chuvosos intercalados por períodos maiores de tempo bom, tem permitido boas condições para a colheita das laranjas e bergamotas de ciclo tardio, as últimas a serem colhidas nesta safra de 2010.

Uva
Na maior e mais importante área de produção de uvas do país, a região da Serra gaúcha, a poda de inverno está tecnicamente concluída, e as plantas das variedades mais precoces demonstram uma brotação uniforme. Nos locais de clima mais quente, segue intensa a prática de tratamentos fitossanitários, com brotação vigorosa e sadia. O manejo das plantas de cobertura do solo está sendo concluído.

Pastagens
Com o desenvolvimento das pastagens nativas e cultivadas, a boa luminosidade e a disponibilidade de água aceleram o crescimento e a produção de matéria seca das plantas. Assim, os criadores aproveitam para realizar fenação ou ensilagem, principal meio de armazenagem de alimentos. A implantação de pastagens anuais de verão está sendo intensificada com a volta das chuvas, que estão estimulando também o rebrote das pastagens perenes. Para complementar a alimentação dos animais, além das pastagens, os produtores estão utilizando silagem e rações.
Tags:
Fonte: Secom/RS

Nenhum comentário