Cresce a demanda por fertilizantes

Publicado em 24/09/2010 07:34
315 exibições
As entregas de fertilizantes das misturadoras (empresas que fazem o produto final) às revendas espalhadas pelo país totalizaram 2,7 milhões de toneladas em agosto, conforme estatísticas da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). Foi o melhor agosto desde 2007, e em relação ao mesmo mês do ano passado houve aumento de 5,4%.

Às vésperas do plantio da nova safra de grãos (2010/11), o incremento já era esperado. Com o resultado, as entregas somaram 13,6 milhões de toneladas nos primeiros oito meses de 2010, 2,4% mais que em igual intervalo de 2009.

O aumento da demanda em agosto estimulou a produção nacional, que no mês alcançou 867,3 mil toneladas, um salto de 11,9% na comparação com agosto do ano passado. De janeiro a agosto, foram pouco mais de 6 milhões de toneladas, alta de 13,9% sobre os oito primeiros meses de 2009.

Já as importações de fertilizantes intermediários, que vinham crescendo em ritmo forte, recuaram em agosto, quando filas para o desembarque do produto em portos como Santos e Paranaguá deram o tom. Foram 1,7 milhão de toneladas no mês, queda de 2,7% em relação ao mesmo mês de 2009. Ainda assim, as compras no exterior passaram a totalizar 8,9 milhões de toneladas entre janeiro e agosto, 41,6% acima do volume registrado nos oito primeiros meses do ano passado.

Em entrevista concedida esta semana ao Valor, o presidente da Anda e da Vale Fertilizantes - maior player do segmento -, Mario Barbosa, voltou a cobrar isonomia tributária entre a produção nacional e as importações, uma vez que os produtos vindos de fora do país não pagam ICMS.
Tags:
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário