Mais arroz e menos soja nas lavouras gaúchas

Publicado em 11/10/2010 14:35
322 exibições

Levantamento da Conab aponta que a produção do Estado pode chegar a 23,2 milhões de toneladas

O Estado terá mais Arroz e menos soja na safra de verão. Na soma de todas as culturas, os gaúchos devem produzir até 23,2 milhões de toneladas de grãos, volume 6,9% inferior à última colheita.

As estimativas estão no primeiro levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) sobre a intenção de plantio para a safra 2010/2011 e levam em consideração a produtividade média dos últimos cinco anos. Por enquanto, desconsidera os efeitos do La Niña, fenômeno que costuma diminuir a chuva e prejudicar a soja e milho, enquanto beneficia o Arroz.

Ainda não sabemos a intensidade do La Niña pondera Ernesto Irgang, gerente de desenvolvimento e suporte estratégico da Conab no Estado.

Principal cultura da Metade Sul, o Arroz teve prejuízos pelo excesso de chuva no ano passado e, agora, a projeção é de crescimento. Conforme a Conab, a safra gaúcha pode alcançar até 7,8 milhões de toneladas diferença de 13,3% a mais e equivalente a um mês de consumo do grão no país. O Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) calcula um volume superior 8 milhões de toneladas.

Na soja, carro-chefe da lavoura, a diferença está nas condições climáticas favoráveis do verão que levaram o Estado a registrar a marca inédita de 10,2 milhões de toneladas.

Os primeiros dados mostram ainda a continuidade da tendência de a soja crescer sobre a área de milho pela diferença de rentabilidade. Para o consultor Carlos Cogo, a previsão da Conab é conservadora:

O número não condiz com o que os produtores estão falando.

Para Jorge Rodrigues, da Federação da Agricultura do Estado, ainda há esperanças de que o cultivo do milho base da ração para aves e suínos não recue.

Tags:
Fonte: Zero Hora

Nenhum comentário