Exportadores Nacionais: MT cai para quinto no agronegócio

Publicado em 15/10/2010 07:47
209 exibições
Mato Grosso despencou no ranking dos maiores exportadores nacionais ao agronegócio do Brasil em 2010. O Estado, que costumeiramente só perdia para São Paulo em volume de negócios, passou de quarto em agosto, para o quinto o lugar no saldo de vendas de setembro, divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O Brasil soma US$ 7,36 bilhões, expansão de 28,13% sobre o realizado em igual período do ano passado.

Conforme a nova configuração do ranking, São Paulo lidera os embarques de setembro ao totalizar US$ 2,02 bilhões, incremento de 43,46% sobre setembro de 2009. Em segundo lugar está o Paraná com negócios de US$ 988,09 milhões, volume 53,20% superior ao registra no ano passado. Em terceiro lugar está o Rio Grande do Sul, que mesmo com recuo de 1,94% no saldo de setembro, em relação igual mês de 2009, obteve receita de US$ 943,38 milhões. Em quarto lugar está Minas Gerais com expansão de receita entre setembro de 2010 contra setembro de 2009 de 43,54% e saldo de US$ 782,45 milhões. Mato Grosso, em quinto lugar, soma vendas de US$ 694,53 milhões, a maior alta já registrada neste exercício: 24,48%, em relação a setembro de 2009.

Na avaliação do acumulado dos nove primeiro meses deste ano contra igual período de 2009, apenas as posições entre Minas Gerais e Mato Grosso se invertem, com Mato Grosso assumindo o quarto lugar ao somar receita com os embarques originados de produtos do agronegócio em US$ 6,57 bilhões, cifras 3,15% abaixo do contabilizado no ano passado.

MAIS - As exportações do agronegócio entre outubro de 2009 e setembro de 2010 somaram US$ 72,3 bilhões. O valor é recorde na série histórica do período e já supera em US$ 550 milhões o maior resultado já obtido com a exportação de produtos agropecuários, em 2008, quando os embarques totalizaram US$ 71,8 bilhões. Passada a crise financeira mundial e a partir da retomada dos preços das commodities agrícolas, a previsão é que o recorde anual seja superado.
Tags:
Fonte: Diário de Cuiabá

Nenhum comentário