Fiscais autuam 17 produtores por uso de agrotóxico ilegal no Paraná

Publicado em 15/10/2010 08:18
310 exibições
Dezessete produtores da região noroeste do Paraná foram autuados neste mês pelo uso de agrotóxico ilegal. Ao todo, foram apreendidas 77 embalagens desses produtos, sendo 55 vazias e 22 cheias. Das 232 propriedades fiscalizadas, 7% estavam irregulares. A operação de fiscalização foi realizada, de forma integrada, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e órgãos estaduais. A ação contou com o trabalho de 45 agentes, entre fiscais e policiais.

O objetivo da medida era verificar se os produtos tinham registro no Ministério da Agricultura. Os agrotóxicos ilegais trazem prejuízos para o agricultor, já que apresentam baixa eficiência, causam danos ao meio ambiente, à saúde do aplicador e do consumidor, explica Antônio Miyasaka, chefe da Divisão de Fiscalização de Agrotóxicos do Ministério da Agricultura.

Miyasaka ressalta, ainda, a importância das boas práticas agrícolas para a produção de alimentos, por meio do uso correto de insumos idôneos e de qualidade, para obtenção de alimentos seguros, tanto no mercado nacional, quanto internacional.

A operação envolveu 30 municípios do Paraná: Araruna, Astorga, Boa Esperança, Campina da Lagoa, Campo Mourão, Cianorte, Dr. Camargo, Eng. Beltrão, Farol, Floraí, Floresta, Goioere, Itambé, Ivatuba, Janiópolis, Juranda, Jussara, Luiziana, Mamborê, Mandaguaçu, Marialva, Maringá, Nova Cantu, Ourizona, Paiçandu, Peabiru, Quarto Centenário, Quinta do Sol, São Jorge do Ivaí e Ubiratã.

Outras ações realizadas no estado, nos últimos meses, resultaram na apreensão de mais 352 embalagens de agrotóxicos ilegais. Todos os produtos serão encaminhados para incineração em local adequado e licenciado.

Os interessados em fazer denúncias sobre contrabando e uso de agrotóxicos ilegais podem ligar para a Ouvidoria do Ministério da Agricultura no 0800-704-1995. Outro canal à disposição da população é o do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola (Sindag), telefone 0800-940-7030.
Tags:
Fonte: Mapa

Nenhum comentário