Dilma mantem Wagner Rossi no ministério da Agricultura

Publicado em 03/12/2010 04:53 586 exibições
A presidente eleita, Dilma Rousseff, oficializa hoje os ministros de seu núcleo político. Ontem ela convidou os primeiros dois nomes do PMDB, numa tentativa de aplacar a crise com o partido de seu vice, Michel Temer.
Serão anunciados hoje Antonio Palocci para a Casa Civil e Gilberto Carvalho na Secretaria-Geral. Alexandre Padilha também pode ser confirmado na Secretaria de Relações Institucionais.
Na cota do PMDB, Wagner Rossi será mantido na Agricultura, e o senador Edison Lobão (MA) volta ao Ministério de Minas e Energia.
Na noite de ontem, a cúpula da transição e do partido tentavam fechar os outros dois nomes peemedebistas no primeiro escalão.
A legenda pode ficar com Cidades e manter o Ministério da Saúde, alvo de polêmica por conta do anúncio do governador Sérgio Cabral (RJ) de que seu secretário Sergio Côrtes seria nomeado.
Palocci, coordenador da campanha e da transição, assume a Casa Civil desidratada de atribuições gerenciais, como o comando do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e do Minha Casa, Minha Vida, que passam para o Planejamento.
Continua, entretanto, a ser o principal ministério político, responsável pela coordenação do governo.
Gilberto Carvalho ganha um ministério após oito anos como chefe de gabinete do presidente. Na Secretaria-Geral, será o principal representante de Lula no Palácio. Terá, entre outras funções, de cuidar da relação do Executivo com entidades.
Dilma poderá tornar pública ainda hoje a escolha de José Eduardo Cardozo para a Justiça e de Paulo Bernardo para as Comunicações.

PARTIDOS NA FILA
O anúncio de hoje dá andamento à montagem do novo governo, emperrada nos últimos dias pelo impasse entre Dilma e o PMDB.
A negociação com os demais partidos da base aliada depende desse acerto.
Na cota petista, Dilma pode indicar a prefeita Moema Gramacho, do PT baiano e ligada ao governador Jaques Wagner, para o Ministério do Desenvolvimento Social.
O senador eleito Wellington Dias (PT-PI) pode assumir a pasta do Desenvolvimento Agrário. A Secretaria Especial de Igualdade Racial pode ficar com a petista de São Paulo Janete Pietá.
Hoje a Dilma também oficializa o convite a Aloizio Mercadante (PT-SP) para assumir Ciência e Tecnologia.
Na semana passada, ela já havia anunciado a sua equipe econômica: Guido Mantega (Fazenda), Miriam Belchior (Planejamento) e Alexandre Tombini (Banco Central)
Tags:
Fonte:
Folha de S. Paulo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário